TEORIAS DA APRENDIZAGEM E DA EDUCAÇÃO COMO REFERENCIAIS EM PRÁTICAS DE ENSINO: AUSUBEL E LIPMAN

Revista do Professor de Física

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title TEORIAS DA APRENDIZAGEM E DA EDUCAÇÃO COMO REFERENCIAIS EM PRÁTICAS DE ENSINO: AUSUBEL E LIPMAN
 
Creator Silva Filho, Olavo Leopoldino da
Ferreira, Marcello
 
Description Students attending the Masters Program Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (National Professional Master Program in Physics Teaching) - MNPEF make wide use in their dissertations of a theoretical reference that can lend soundness to their educational products, made to comply to a demand of the Program. However, the theoretical reference adopted is rarely strictly assumed in the students dissertations. Indeed, the adopted theoretical reference is sometimes barely discernible in the methodologies and didactic sequences that give these dissertations structure and shape. This phenomenon may be related to the fact that many of these theoretical references are, in fact, Learning Theories developed in the context of the Psychology of Education. These Learning Theories, however, are structurally quite wide in scope and also distant from the usual practices of the classroom, which are the focus of educational products. In this work we revise this situation proposing that any Learning Theory should be connected to a Education Theory to make the necessary connection to the classroom activities. We also present, as a case study, an articulation between David Ausubel’s theory of Meaningful Learning and Mathew Lipman’s Theory of Education as a means to present a theoretical reference much more robust and concrete.
Os Mestrados Profissionais - especialmente aqueles na área de Ensino e, em particular, o Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF) - têm feito, em suas dissertações, amplo uso de referenciais teóricos que possam dar consistência aos produtos educacionais que são confeccionados como exigência para a conclusão do curso. Entretanto, de modo geral, esses referenciais teóricos raramente são considerados de maneira estrita nos próprios trabalhos, sendo, algumas vezes, até mesmo impossível divisá-los nas metodologias e nas sequências didáticas que lhes dão forma. Esse fenômeno pode estar associado ao fato de que muitos desses referenciais teóricos são calcados em Teorias de Aprendizagem, desenvolvidas no âmbito da Psicologia da Educação, estando, assim, estruturalmente muito amplos e distantes da prática de sala de aula, que são o foco dos produtos educacionais. Neste trabalho, revisamos essa questão, propondo que qualquer Teoria de Aprendizagem deve ser acompanhada de uma Teoria da Educação, de modo a fazer as necessárias conexões com a sala de aula. Como estudo de caso, é apresentada uma relação entre uma Teoria de Aprendizagem, desenvolvida por David Ausubel, e uma Teoria da Educação, desenvolvida por Mathew Lipman, mostrando suas interconexões e como uma articulação entre ambas pode gerar um referencial teórico muito mais robusto e concretizável.
 
Publisher Instituto de Física-UnB
 
Date 2022-08-28
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
 
Format application/pdf
 
Identifier http://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/12315
10.26512/rpf.v2i2.12315
 
Source Journal of the Physics Teacher; Vol 2 No 2 (2018)
Revista do Professor de Física; v. 2 n. 2 (2018)
2594-4746
 
Language por
 
Relation http://periodicos.unb.br/index.php/rpf/article/view/12315/10793
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library