A questão ambiental e o ensino de sociologia: uma análise dos livros didáticos do PNLD

Revista Sítio Novo

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title A questão ambiental e o ensino de sociologia: uma análise dos livros didáticos do PNLD
 
Creator Oliveira, Felipe Matheus Santa Brigida
Farias, Ana Paula Soares
Albuquerque, Kleberson Almeida de
Silva, Vergas Vitória Andrade da
 
Subject Ensino da Sociologia. Questão ambiental. Sociologia ambiental.
 
Description A Sociologia ambiental surge, a partir dos anos 1960 e 1970, na esteira dos movimentos sociais que deflagravam a situação emergencial de degradação dos recursos naturais e da expansão do industrialismo. Observa-se que, até então, os sociólogos da época não dispunham de recursos analíticos para lidar com a questão ambiental. A temática foi abordada em poucos trabalhos acadêmicos, e a Sociologia clássica não oferecia aporte teórico. Neste contexto, a Sociologia ambiental emerge com o propósito de investigar as divergências e os conflitos associados aos diferentes usos da natureza, buscando compreender as causas dos problemas ambientais e os atores envolvidos. A temática ambiental tornava-se, portanto, objeto de vasta reflexão, demarcando presença nos debates acadêmicos, que reforçavam, por sua vez, a necessidade de sua inserção na educação básica. Atualmente, os livros didáticos de Sociologia para o ensino médio, embora de forma sucinta, apresentam debates sobre as questões relacionadas ao meio ambiente. Em vista disso, este artigo se propõe a analisar a abordagem da questão ambiental nos livros de Sociologia para o ensino médio, comparando as perspectivas e refletindo sobre a importância atribuída à temática. Nestes termos, realizamos um estudo de natureza qualitativa a partir de pesquisa bibliográfica e análise de três diferentes livros aprovados no PNLD 2012, 2015 e 2018, respectivamente: Sociologia para o Ensino Médio, Sociologia em Movimento e Sociologia para Jovens do Século XXI. A pesquisa identifica discussões do campo do estudo em torno da temática ambiental, mas, em uma das obras, ela aparece de forma incipiente e com lacunas.
 
Publisher Instituto Federal do Tocantins - IFTO
 
Contributor CAPES
 
Date 2021-10-04
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier https://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/view/996
10.47236/2594-7036.2021.v5.i4.37-55p
 
Source Revista Sítio Novo; v. 5, n. 4: out./dez. 2021; 37-55
2594-7036
10.47236/2594-7036.2021.v5.i4
 
Language por
 
Relation https://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/view/996/327
https://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/downloadSuppFile/996/819
https://sitionovo.ifto.edu.br/index.php/sitionovo/article/downloadSuppFile/996/820
/*ref*/ACSELRAD, H. Conflitos ambientais no Brasil. Rio de Janeiro: Relume Dumará; Fundação Heinrich Böll, 2004.
/*ref*/ALENCAR, A. G. Do conceito estratégico de segurança alimentar ao plano de ação da FAO para combater a fome. Revista brasileira de política Internacional, v. 44, p. 137-144, 2001.
/*ref*/ALMEIDA, J.; FREURY, L. C.; PREMEBIDA, A. O ambiente como questão sociológica: conflitos ambientais em perspectivas. Sociologias, Porto Alegre, n. 35, jan./abr. 2014.
/*ref*/ALMEIDA, A. W. B. Refugiados do desenvolvimento: os deslocamentos compulsórios de índios e camponeses e a ideologia da modernização. Travessia, maio/agosto, pp. 30-35. 1996.
/*ref*/ALMEIDA, A. W. B. Terras tradicionalmente ocupadas: processos de territorialização e movimentos sociais. Rio de Janeiro: ANPUR, 2004.
/*ref*/ALONSO, A.; COSTA, V. Por uma sociologia dos conflitos ambientais no Brasil. In: ALIMONDA, H. Ecologia política: natureza, sociedad y utopia. Buenos Aires: CLACSO, 2002a, p. 115-135.
/*ref*/ALONSO, A.; COSTA, V. Ciências Sociais e Meio Ambiente no Brasil: um balanço bibliográfico. Revista Brasileira de Informações Bibliográficas em Ciências Sociais, ANPOCS. Nn. 53, p. 35-78, 2002b.
/*ref*/BACCHIEGGA, F. Desvendando as abordagens da Sociologia Ambiental: revisão de artigos selecionados. Sustentabilidade em Debate, Brasília, v. 4, n. 2, p. 118-137, jul./dez. 2013.
/*ref*/BARROS, G. R. N.; LANCHA, A. B. L. A formação do professor de estudos amazônicos: interdisciplinaridade em questão. Revista@ mbienteeducação, v. 9, n. 1, p. 78-91, 2016.
/*ref*/BARROS, G. R. N. A disciplina de estudos amazônicos e a formação de professores do ensino fundamental: uma experiência no munícipio de Marabá-PA. 2016. 159 f. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2016.
/*ref*/BERNSTEIN, B. A pedagogização do conhecimento: estudos sobre recontextualização. Cadernos de Pesquisa, n. 120, p. 75-110, nov. 2003.
/*ref*/BODART, C. N.; CIGALES, M. P. Ensino de Sociologia no Brasil (1993-2015): um Estado da Arte na Pós-Graduação. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 48, n. 2, p. 256-281, jul./dez., 2017.
/*ref*/BRANDENBURG, A. Ciências sociais e ambientais rural: principais temas e perspectivas analíticas. Ambiente & Sociedade, v. 8, p. 51-64, 2005.
/*ref*/BRASIL. Edital de convocação para o processo de avaliação e seleção de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2012) – Ensino Médio. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Básica, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FNDE), 2012.
/*ref*/BRASIL. Edital de convocação para o processo de inscrição e avaliação de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2015) – Ensino Médio. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Básica, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FNDE), 2015.
/*ref*/BRASIL. Edital de convocação para o processo de inscrição e avaliação de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2018) – Ensino Médio. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Básica, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FNDE), 2018.
/*ref*/BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 23 dez. 1996.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais. Câmara de Educação Superior. 2012.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). PNLD 2012: Sociologia – guia de livros didáticos – Ensino Médio/ Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2011.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). PNLD 2015: Sociologia – guia de livros didáticos – Ensino Médio/ Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2014.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). PNLD 2018: Sociologia – guia de livros didáticos – Ensino Médio/ Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2017.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Bases legais. Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF, 2000a.
/*ref*/BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Parte 4: Ciências Humanas e suas tecnologias. Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF, 2000b.
/*ref*/BRASIL, Senado Federal. Constituição da república federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.
/*ref*/BUTTEL, F. A Sociologia e o Meio Ambiente: um caminho tortuoso rumo à ecologia humana. Perspectiva: Revista de Ciências Sociais, São Paulo, Unesp, v. 15, p. 69-94, 1992.
/*ref*/CASTELLS, M. O “verdejar” do ser: o movimento ambientalista. In: O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 2000, p. 141-168.
/*ref*/CAVALCANTE, T. G. Adoção do livro didático de sociologia na educação básica: estudo com docentes da rede pública da Primeira Gerência Regional de Ensino da Paraíba. 2015. 119 f. Dissertação (mestrado profissional) – Fundação Joaquim Nabuco, Diretoria de Formação e Desenvolvimento Profissional, Recife/PE, 2015.
/*ref*/CHOPPIN, A. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, p. 549-566, set./dez., 2004.
/*ref*/CIGALES, M.; BRUNETTA, A. Dossiês sobre ensino de Sociologia no Brasil (2007-2015): temáticas e autores(as). Latitude, vol. 12, n. 1, p. 148-171, 2018.
/*ref*/FERREIRA, L. C. Ideias para uma sociologia da questão ambiental – teoria social, sociologia ambiental e interdisciplinaridade. Desenvolvimento e Meio Ambiente, n. 10, p. 77-89, jul./dez. 2004.
/*ref*/COSTA, R. C. R.; OLIVEIRA, L. F. Sociologia para jovens do século XXI. 4. ed. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, 2016.
/*ref*/DESTERRO, F. B. do. Sobre livros didáticos de sociologia para o ensino médio. Rio de Janeiro, 2016. 270 f.
/*ref*/FLEURY, L. C.; ALMEIDA, J.; PREMEBIDA, A.. O ambiente como questão sociológica: conflitos ambientais em perspectiva. Sociologias, v. 16, n. 35, p. 34-82, 2014.
/*ref*/FREIRE, P. Carta de Paulo Freire aos professores. Estudos avançados, v. 15, n. 42, p. 259-268, 2001.
/*ref*/FREITAS, C. M. Acidentes químicos ampliados, vulnerabilidade social e planejamento de emergências. Paper apresentado ao Seminário Internacional sobre Qualidade de Vida e Riscos Ambientais. Niterói, UFF-FIOCRUZ, 1996a.
/*ref*/FREITAS, C. M. Acidentes químicos ampliados: incorporando a dimensão social nas análises de riscos. Tese de doutorado. Rio: Fiocruz/ENSP, 1996b.
/*ref*/FUKS, M. Conflitos ambientais no Rio de Janeiro: ação e debate nas arenas públicas. Editora UFRJ, 2001.
/*ref*/GIDDENS, A. As consequências da modernidade. São Paulo: Ed. Unesp, 1991.
/*ref*/GOSS, K. P.; PRUDENCIO, K. O conceito de movimentos sociais revisitado. Em Tese, v. 1, n. 2, p. 75-91, 2004.
/*ref*/GOHN, M.da G. M. Teorias dos movimentos sociais: paradigmas clássicos e contemporâneos. Edições Loyola, 1997.
/*ref*/GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Editora Atlas S. A., 2008.
/*ref*/HANNIGAN, J. Sociologia ambiental. Trad. Annahid Burnett. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. 270p.
/*ref*/HERCULANO, Selene. Sociologia Ambiental: origens, enfoques metodológicos e objetos. Revista Mundo e Vida: alternativas em estudos ambientais, n. 1, 2000.
/*ref*/JÚNIOR, T. T. Ditos e escritos sobre os estudos amazônicos, no ensino básico, do estado do Pará. Revista de História Bilros. História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), v. 4, n. 7, p. 13-24, 2017.
/*ref*/LAYRARGUES, P. P. Para onde vai a educação ambiental? O cenário político-ideológico da educação ambiental brasileira e os desafios de uma agenda política crítica contra-hegemônica. Revista Contemporânea de Educação, vol. 7, n. 14, ago./dez. 2012.
/*ref*/LENZI, C. L. Sociologia ambiental: risco e sustentabilidade na modernidade. Bauru, SP: Edusc, 2006.
/*ref*/LOPES, J. S. L.; ANTONAZ, D.; PRADO, R.; SILVA, G. (orgs.). A ambientalização dos conflitos sociais: participação e controle público da poluição industrial. 1. ed. Rio de Janeiro: Relume Dumará. 2004.
/*ref*/MAGALHÃES, S. Lamento e dor: uma análise sócio-antropológica do deslocamento compulsório provocado pela construção de barragens. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (UFPA) e École Doctorale Vivant et Sociétés (Paris XIII). Belém: UFPA. 2007.
/*ref*/MCREYNOLDS, S. A. Guia para o iniciante em sociologia do meio ambiente: definição, lista de jornais e bibliografia. Ambiente & Sociedade, ano II, n. 5, 1999.
/*ref*/MEUCCI, S. Notas sobre o pensamento social brasileiro nos livros didáticos de sociologia. Revista brasileira de sociologia, v. 2, n. 3, jan./jun. 2014.
/*ref*/MORAES, A. C. Ensino de sociologia: periodização e campanha pela obrigatoriedade. Cad. Cedes, Campinas, v. 31, n. 85, p. 359-382, set./dez. 2011.
/*ref*/NUÑEZ, I. B.; RAMALHO, B. L.; SILVA, I. K. P.; CAMPOS, A.P.N. A seleção dos livros didáticos: um saber necessário ao professor. Revista Iberoamericana de Educación, 2003.
/*ref*/OLIVEIRA, A. Revisitando a história do ensino de Sociologia na Educação Básica. Acta Scientiarum, Maringá, v. 35, n. 2, p. 179-189, july-dec. 2013.
/*ref*/PORTO, M. F. S. Considerações sobre a dinâmica de regulação dos riscos industriais e a vulnerabilidade da sociedade brasileira. Paper apresentado ao Seminário Internacional sobre Qualidade de Vida e Riscos Ambientais. Niterói, UFFFIOCRUZ, 1996.
/*ref*/QUEIROZ, M. I. P. Coleção Grandes Cientistas Sociais – Marx e Engels. Cadernos (Universidade de São Paulo, Centro de Estudos Rurais e Urbanos) 1 (1986): 549-555.
/*ref*/RIBEIRO, G. L. Empresas transnacionais: um grande projeto por dentro. 1. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: ANPOCS/ Marco Zero. 1991.
/*ref*/SANTANA, T. N. A recontextualização do livro didático de sociologia: um estudo de caso no colégio estadual Olga Benário Prestes. 2018. 111 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2018.
/*ref*/SANTILLI, Juliana. Socioambientalismo e novos direitos-Proteção jurídica à diversidade biológica e cultural. Editora Peirópolis LTDA, 2005.
/*ref*/SILVA, A. et al. Sociologia em movimento. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.
/*ref*/SILVA, G. O. Angra I e a melancolia de uma era: um estudo sobre a construção social do risco. Tese de Doutorado. São Paulo: USP, 1996.
/*ref*/SILVA, J. R. B. da; ZUCCHETTI, D. T. Sociologia ambiental: estudo na perspectiva da sociedade de risco e bioética na esfera da educação. Revista Conhecimento Online, ano 4, v. 2, set. 2012.
/*ref*/TOMAZI, N. D. Sociologia para o ensino médio. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.
/*ref*/UNESCO, International Congress on Environmental Education and Training (en línea), UNESCO-UNEP Environmental Education Newsletter Vol. XII, No 3, Moscú/París, 1987.
 
Rights Direitos autorais 2021 Revista Sítio Novo
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library