Avaliação da acurácia posicional de vértices obtidos por imagem de sensor orbital e aerofotogrametria para fins de georreferenciamento de imóveis rurais

Revista Brasileira de Geografia Física

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Avaliação da acurácia posicional de vértices obtidos por imagem de sensor orbital e aerofotogrametria para fins de georreferenciamento de imóveis rurais
 
Creator Paiva, Amanda Aparecida de
Burim, Silas Constantini
Borges, Paulo Augusto Ferreira
Anjos, Camila Souza dos
 
Subject Sensoriamento Remoto
Sensoriamento Remoto, Normas do INCRA, Levantamento Aerofotogramétrico, Padrão de Exatidão Cartográfico.

 
Description Em sua grande maioria, o georreferenciamento de imóveis rurais tem sido realizado somente com o levantamento geodésico (LG) por meio de receptores GNSS. Porém, é possível realizá-lo por meio de imagens de satélites e imagens aerotransportadas. A utilização de imagens orbitais ou aerotransportadas pode reduzir o tempo de serviço e auxiliar em limites inacessíveis e naturais. O maior problema em realizar o georreferenciamento utilizando imagens está em atender às precisões exigidas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), em razão do imageamento ser menos preciso que o levantamento geodésico. Outra dificuldade está em identificar feições que se encontram sob matas. Entretanto, no mercado existem imagens de satélite de alta resolução espacial e também existe a possibilidade de obtenção de imagens coletadas por aeronaves remotamente pilotadas (ARP) com altíssima resolução espacial que podem atender as exigências. Deste modo este trabalho tem como objetivo avaliar as feições obtidas por três imagens, uma WorldView-3, uma PlanetScope e por uma ortofoto de ARP, sendo estas três comparadas e avaliadas a partir do LG por meio de receptores GNSS. Entre os conjuntos de dados utilizados o melhor resultado de acordo com a classificação normativa do INCRA foi a ortofoto gerada pelo levantamento aerofotogramétrico, pois atendeu à precisão para os vértices artificiais, naturais e vértices inacessíveis. No entanto, a imagem WorldView-3 apresentou o pior resultado na classificação, pois não atendeu nenhum dos tipos de vértices. Entre os três conjuntos de dados utilizados recomenda-se utilizar o levantamento aerofotogramétrico para realizar o georreferenciamento de imóveis rurais.  Evaluation of the positional accuracy of features obtained by images of orbital sensors and                   airborne for georeferencing of rural propertiesA B S T R A C TConcerning methods of positioning the georeferencing of rural properties, it stands out the topographical and geodetic surveys. However, it is possible to make through remote sensing (images of orbital sensors and airborne). The use of orbital or air-bone images can reduce service time and help in inaccessible areas, such as unreachable and natural limits. The most significant difficulty of the georeferencing using images is to meet the required accuracy by the National Institute of Colonization and Agrarian Reform (INCRA). However, there are high spatial resolution satellite images are now available. There is the possibility of getting the images collected by remotely piloted aircraft (RPA) with a very high spatial resolution that meets the requirements. This work aims to assess the features obtained by three images, a WorldView-3, a Planet Scope, and an RPA orthophoto. These three are being compared and evaluated from a geodetic survey and subsequently classified according to the cartographic precision standard of INCRA. The best dataset for the normative of INCRA was the orthophoto generated by RPA because it met the precision for artificial, natural vertices and inaccessible vertices. However, the WV-3 image had the worst result in the classification because it did not meet consistent accuracy to any of the vertices' types. Between the three data sets used, the one that best suits the specifications of georeferencing of rural properties were the images airborne.Key words: Remote Sensing, INCRA Rules, Aerophotogrammetric Survey, Cartographic Accuracy Standard.  
 
Publisher Universidade Federal de Pernambuco
 
Contributor
 
Date 2021-12-31
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
300

 
Format application/pdf
 
Identifier https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/view/245727
10.26848/rbgf.v14.6.p3552-3563
 
Source Revista Brasileira de Geografia Física; v. 14, n. 6 (2021): Revista Brasileira de Geografia Física; 3530-3541
Brazilian Journal of Physical Geography; v. 14, n. 6 (2021): Revista Brasileira de Geografia Física; 3530-3541
1984-2295
 
Language por
 
Relation https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/view/245727/39858
https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/downloadSuppFile/245727/34096
https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/downloadSuppFile/245727/34097
https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/downloadSuppFile/245727/38454
https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/downloadSuppFile/245727/38455
/*ref*/ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. (2017). Orientações para Usuários de Drones. 1ª ed.
/*ref*/Arcanjo, D. R., & Anjos, C. S. (2019). Análise da Acurácia Posicional Planimétrica de Imagem Orbital do Sensor PAN/CBERS-4. Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 19, pp. 2806-2809.
/*ref*/Barbosa, W. W. (2018). Análise das Potencialidades do Uso de Imagens Orbitais de Alta Resolução Espacial Visando Atender as Especificações da Norma Técnica de Georreferenciamento de Imóveis Rurais. Tese de Doutorado, Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil. Disponível: http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/13163.
/*ref*/Barbosa, W. W., & Bias, E. d. (2019). Análise das Potencialidades do uso de Imagens Orbitais de Alta Resolução Espacial Visando Atender as Especificações da Norma técnica e Georreferenciamento de Imóveis Rurais. Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ, 42, pp. 618-629.
/*ref*/Chicati, M. L., Neto, O. T., Nanni, M. R., Oliveira, R. B., Cézar, E., & Chicat, M. S. (2019). USO DE DRONES NO GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS PARA LEVANTAMENTO DE VÉRTICES DE DIFÍCIL ACESSO. Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 19, pp. 283-286.
/*ref*/Decreto nº. 4.449, de 30 de outubro de 2002 (2002). Regulamenta a Lei nº 10.267, de 28 de agosto de 2002.Diário Oficial da União. Brasília, DF.
/*ref*/Decreto nº. 5.570, de 31 de outubro de 2005 (2005). Oficial da União. Brasília, DF.
/*ref*/Decreto nº. 7.620, de 21 de novembro de 2011 (2011). Diário Oficial da União. Brasília, DF.
/*ref*/Decreto nº 89.817, de 20 de junho de 1984 (1984). Reguladoras das Normas Técnicas da Cartografia Nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF.
/*ref*/ET-PCDG (2014). Norma para Especificações Técnica para Produtos de Conjunto de Dados Geoespaciais. 1ª ed. Exército Brasileiro – Departamento de Ciência e Tecnologia.
/*ref*/INCRA, (2013a). Manual Técnico de Limites e Confrontações. 1ª ed. Brasília, DF.
/*ref*/INCRA, (2013b). Manual Técnico de Posicionamento. 1ª ed. Brasília, DF.
/*ref*/INCRA, (2013c). Manual Técnico para Georreferenciamento de Imóveis Rurais. 3ª ed. Brasília, DF.
/*ref*/Marques, G. R., & Souza, P. G. (2019). Georreferenciamento de Imóvel Rural Utilizando Drone (ARP). Brazilian Journal of Technology, 2, pp. 424-438.
/*ref*/Neto, F. d., Júnior, J. G., Botelho, M. F., Santos, A. d., Nascimento, L. A., & Fonseca, A. L. (2017). Avaliação da Qualidade Posicional de Dados Espaciais Gerados por VANT utilizando Feições Pontuais e Lineares para Aplicações Cadastrais. Boletim de Ciências Geodésicas, 23, pp. 135-149.
/*ref*/Pinho, C. M., Rennó, C. D., & Kux, H. J. (2005). Avaliação de Técnicas de Fusão Aplicadas à Imagem Quickbird. Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 12, pp. 4225-4232.
/*ref*/Ramos, I. M., Lima, L. A., Silva, T. M., Gallis, R. B., Barbosa, R. L., & Guimarães, G. N. (2017). Corporação de Levantamento Geodésico e Levantamento Aerofotogramétrico com Aeronave Remotamente Pilotada para uso em Georrerenciamento de Imóveis Rurais. Anais do XXVII Congresso Brasileiro de Cartografia e XXVI Exposicarta, pp. 674-678.
/*ref*/Santos, A. P., Rodrigues, D. D., Santos, N. T., & Junior, J. G. (2016). Avaliação da Acurácia Posicional em Dados Espaciais Utilizando Técnicas de Estatística Espacial: Proposta de Método e Exemplo utilizando a Normal Brasileira. Boletim de Ciências Geodésicas, 22, pp. 630-650.
/*ref*/Santos, L. F. (2016). Avaliação de Modelo Digital de Terreno Gerado Atráves de VANT em Planícies Pantaneiras. Publicação de Monografia, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil. Disponível: https://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/66b61b559f396423edf72814af8ecc49.pdf
/*ref*/Silva, E., Ferreira, M. R., Ribeiro, K. M., Aguiar, O. G., & Junior, A. S. (2019). Georreferenciamento de Imóveis Rurais Através de GPS Geodésico RTK e por Meio de Análise de Imagens por Satélite. Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia.
/*ref*/Zerbielli, L. C., Watzlawick, L. F., Mokochinski, F. M., & Mazon, J. A. (2015). Comparativo entre Levantamento "In loco" e Análise de Imagens Orbitais na Determinação da Área de Imóveis Rurais para fins de Fiscalização Ambiental. Brazilian Jounal of Applied Technology for Agricultural Science, 8, pp. 81-86.
 
Coverage


 
Rights Direitos autorais 2021 Revista Brasileira de Geografia Física
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library