Aspectos epidemiológicos da covid-19 sobre a enfermagem: uma análise retrospectiva

Población y Salud en Mesoamérica

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Aspectos epidemiológicos da covid-19 sobre a enfermagem: uma análise retrospectiva
Epidemiological aspects of COVID-19 on nursing: a retrospective analysis
 
Creator Brito, Veronica Perius de
Carrijo, Alice Mirane Malta
Freire, Neyson Pinheiro
Nascimento, Vagner Ferreira do
Oliveira, Stefan Vilges de
 
Subject Coronavirus Infections
Nursing
Working conditions
Mortality
Infecções por Coronavírus
Enfermagem
Condições de trabalho
Mortalidade
 
Description Objetivo: Analisar os aspectos epidemiológicos da COVID-19 nos profissionais de enfermagem brasileiros. Metodologia: Estudo transversal e quantitativo, com base em dados secundários de domínio público, do Observatório de Enfermagem do Conselho Federal de Enfermagem. Os dados foram coletados em novembro de 2020 e importados para a versão STATA 12.0. Foi realizada uma análise estatística descritiva, com números absolutos e medidas de freqüência. Resultados e discussão: 38.628 profissionais de enfermagem com suspeita de COVID-19 foram relatados, 52,4% com diagnóstico confirmado e predominantemente técnicos (62,9%). A faixa etária predominante entre os mortos era mais alta (41 a 60 anos) do que entre os infectados (31 a 40 anos), enquanto o sexo feminino era quantitativamente dominante em ambos, apesar da maior taxa de casos fatais entre os homens (4,5%). A mortalidade / 1.000 profissionais era alta no Amapá, Acre, Mato Grosso e Rondônia. O pico no número diário de casos novos (525) ocorreu em julho de 2020, enquanto que o número de mortes (18) ocorreu em setembro, mês em que houve uma tendência de queda na variação da taxa de crescimento da média móvel entre os casos novos, o que não é evidente na variável da média móvel entre as mortes. Este cenário tem uma forte relação com as condições precárias de trabalho, falta de EPI, sobrecarga física e emocional e os resultados da rápida contratação e qualificação para a gestão de pacientes com COVID-19. Conclusão: A compreensão da situação de vulnerabilidade experimentada por esses trabalhadores no contexto da pandemia revela a necessidade de concentrar ações de saúde eficazes voltadas para esse grupo.
Objective: To analyze the epidemiological aspects of COVID-19 in Brazilian nursing professionals. Methodology: Cross-sectional and quantitative study, based on secondary data in the public domain, from the Nursing Observatory of the Federal Nursing Council. Data were collected in November 2020 and imported into the STATA version 12.0 program. Descriptive statistical analysis was performed, with absolute numbers and frequency measures. Results and discussion: 38,628 Nursing professionals with suspected COVID-19 were notified, 52.4% with confirmed diagnosis and a predominance of technicians (62.9%). The prevalent age group among deaths was higher (41 to 60 years) than among those infected (31 to 40 years), while the female gender was quantitatively dominant in both, despite the higher lethality rate among men (4.5%). Mortality / 1,000 professionals was high in Amapá, Acre, Mato Grosso and Rondônia. The peak in the daily number of new cases (525) occurred in July 2020, while the number of deaths (18) in September, a month in which there was a downward trend in the variation in the growth rate of the moving average between the new cases, the which is not evident in the variable of the moving average between deaths. This scenario has a strong relationship with the precarious working conditions, lack of PPE, physical and emotional overload and the outcomes of the fast hiring and qualification for the management of patients with COVID-19. Conclusion: Understanding the situation of vulnerability experienced by these workers in the pandemic context reveals the need to target effective health actions aimed at this group.
 
Publisher Universidad de Costa Rica
 
Date 2021-05-25
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
 
Format application/pdf
 
Identifier https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/psm/article/view/45253
10.15517/psm.v19i2.45253
 
Source Población y Salud en Mesoamérica; Volume 19, Issue 1: July-december 2021
Población y Salud en Mesoamérica; Volumen 19, Número 1: julio-diciembre 2021
1659-0201
 
Language spa
 
Relation https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/psm/article/view/45253/46816
/*ref*/Ahmed, F., Ahmed, N., Pissarides, C., & Stiglitz, J. (2020). Why inequality could spread COVID-19. The Lancet. Public health, 5(5), e240. DOI: https://doi.org/10.1016/S2468-2667(20)30085-2
/*ref*/Alves, J. C. R., & Ferreira, M. B. (2020). Covid-19: reflexão da atuação do enfermeiro no combate ao desconhecido. Enferm. Foco, 11(1), 74-77.
/*ref*/Alves, L. S., Ramos, A. C. V., de Almeida Crispim, J., Júnior, J. F. M., dos Santos, M. S., Berra, T. Z., & Arcêncio, R. A. (2020). Magnitude e severidade da covid-19 entre profissionais de enfermagem no brasil. Cogitare Enfermagem, 25, e74537. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.74537
/*ref*/Anderson, R. M., Heesterbeek, H., Klinkenberg, D., & Hollingsworth, T. D. (2020). How will country-based mitigation measures influence the course of the COVID-19 epidemic?. The Lancet, 395(10228), 931-934.
/*ref*/Backes, D.S., Backes, M.S., Erdmann, A.L., Buscher, A. (2012). O papel profissional do enfermeiro no Sistema Único de Saúde: da saúde comunitária à estratégia de saúde da família. Ciência & Saúde Coletiva, 17, 223-230.
/*ref*/Barbosa, D. J., Gomes, M. P., & Gomes, A. M. T. (2020). Fatores de estresse nos profissionais de enfermagem no combate à pandemia da COVID-19: Síntese de Evidências. Comun. ciênc. saúde., 31(suppl. 1), 31-47. DOI: https://doi.org/10.51723/ccs.v31iSuppl%201.651
/*ref*/Benito, L. A. O., Palmeira, A. M. D. L., Karnikowski, M. G. D. O., & Silva, I. C. R. D. (2020). Mortalidade de profissionais de enfermagem pelo Covid-19 no Brasil no primeiro semestre de 2020. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, 9, 656-668.
/*ref*/Bezerra, É. C. D., dos Santos, P. S., Lisbinski, F. C., & Dias, L. C. (2020). Uma análise espacial das condições de enfrentamento à covid-19: uma proposta de índice da estrutura hospitalar do brasil. Ciênc. saúde coletiva, 25(12). DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320202512.34472020
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020a). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 30. Obtido de http://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/September/09/Boletim-epidemiologico-COVID-30.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020b). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 31. Obtido de http://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/September/17/Boletim_epidemiologico_COVID_31.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020c). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 32. Obtido de https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/September/23/Boletim-epidemiologico-COVID-32-final-23.09_18h30.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020d). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 33. Obtido de https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/October/01/Boletim-epidemiologico-COVID-33-final.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020e). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 34. Obtido de https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2020/October/08/Boletim-epidemiologico-COVID-34.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020f). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 35. 2020f. Obtido de https://antigo.saude.gov.br/images/pdf/2020/October/15/Boletim-epidemiologico-COVID-35.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020g). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial 36. Obtido de https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2020/outubro/23/boletim_epidemiologico_covid_36_final.pdf.
/*ref*/Brasil, M. D. S. (2020h). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Painel Coronavírus. Obtido de https://covid.saude.gov.br/.
/*ref*/Brito, V. P., Carrijo, A. M. M., & de Oliveira, S. V. (2020). Associação da Diabetes Mellitus com a gravidade da COVID-19 e seus potenciais fatores mediadores: uma revisão sistemática. Revista Thema, 18, 204-217.
/*ref*/Carvalho, E. C., Souza, P. H. D. D. O., Varella, T. C. M., Loureiro, M., Souza, N. V. D. D. O., Farias, S. N. P. D., & Soares, S. S. S. (2020). Pandemia de la Covid-19 y la judicialización de la salud: estudio de caso explicativo. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 28.
/*ref*/Centers for Disease Control and Prevention. (2007). Interim pre-pandemic planning guidance: community strategy for pandemic influenza mitigation in the United States-early, targeted, layered use of nonpharmaceutical interventions. Obtido de https://www.cdc.gov/flu/pandemic-resources/pdf/community_mitigation-sm.pdf.
/*ref*/Conselho Federal De Enfermagem. (2020a). Enfermagem em números. Obtido de http://www.cofen.gov.br/enfermagem-em-numeros
/*ref*/Conselho Federal de Enfermagem. (2020b). Pesquisa perfil da Enfermagem no Brasil. Obtido de http://www.cofen.gov.br/perfilenfermagem/blocoBr/QUADRO%20RESUMO_Brasil_Final.pdf.
/*ref*/Conselho Federal de Enfermagem (2021a). Bloco identificação sócio-econômica (Equipe de Enfermagem). Recuperado em http://www.cofen.gov.br/perfilenfermagem/blocoBr/Blocos/Bloco1/bl_ident-socio-economica-equipe.pdf. Recuperado em 10 maio, 2020 de.
/*ref*/Conselho Federal de Enfermagem (2021b). Enfermagem em números. Recuperado em http://www.cofen.gov.br/enfermagem-em-numeros.
/*ref*/Da Silva, V.G.F., Da Silva B.N., Pinto, E.S.G, De Menezes, R.M.P. (2021). Trabalho do enfermeiro no contexto da pandemia de COVID-19. Revista Brasileira de Enfermagem, 74(1), 1-5.
/*ref*/David, H. M. S. L., Acioli, S., Silva, M. R. F. D., Bonetti, O. P., & Passos, H. (2020). Pandemia, conjunturas de crise e prática profissional: qual o papel da enfermagem diante da Covid-19?. Revista Gaúcha de Enfermagem, 42(SPE). DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20190254
/*ref*/Duprat, I. P., & Melo, G. C. D. (2020). Análise de casos e óbitos pela COVID-19 em profissionais de enfermagem no Brasil. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, 45. DOI: https://doi.org/10.1590/2317-6369000018220
/*ref*/Garcia, L. P., & Duarte, E. (2020). Intervenções não farmacológicas para o enfrentamento à epidemia da COVID-19 no Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, 29(2). DOI: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742020000200009
/*ref*/Guerra, O. F., & Gonzalez, P. S. H. (2013). Crescimento econômico e desigualdade social na Bahia. Brasil: Conselho Regional de Economia–BA.
/*ref*/Guimarães, R. M., Eleuterio, T. D. A., & Monteiro-da-Silva, J. H. C. (2020). Estratificação de risco para predição de disseminação e gravidade da Covid-19 no Brasil. Revista Brasileira De Estudos De População, 37. DOI: https://doi.org/10.20947/s0102-3098a0122
/*ref*/Jardim, V. C., & Buckeridge, M. S. (2020). Análise sistêmica do município de São Paulo e suas implicações para o avanço dos casos de Covid-19. Estudos avançados, 34(99), 157-174.
/*ref*/John Hopkins University and Medicine. (2020a). COVID-19 Dashboard by the Center for Systems Science and Engineering (CSSE) at Johns Hopkins University (JHU). Obtido de https://coronavirus.jhu.edu/map.html.
/*ref*/John Hopkins University and Medicine. (2020b). New cases of COVID-19 in World Countries. Obtido de https://coronavirus.jhu.edu/data/new-cases.
/*ref*/Lima, N. T., Buss, P. M., & Paes-Sousa, R. (2020). A pandemia de COVID-19: uma crise sanitária e humanitária. Cadernos de Saúde Pública, 36(7). DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00177020
/*ref*/Mendonça, F. D., Rocha, S. S., Pinheiro, D. L. P., & de Oliveira, S. V. (2020). Região Norte do Brasil e a pandemia de COVID-19: análise socioeconômica e epidemiológica. Journal Health Npeps, 5(1), 20-37.
/*ref*/Miranda, F. M. D. A., de Lima Santana, L., Pizzolato, A. C., & Sarquis, L. M. M. (2020). Condições de trabalho e o impacto na saúde dos profissionais de enfermagem frente a Covid-19. Cogitare Enfermagem, 25. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.72702
/*ref*/Moreira, A. S., & Lucca, S. R. D. (2020). Apoio psicossocial e saúde mental dos profissionais de enfermagem no combate ao COVID-19. Enferm. foco (Brasília), 11(1). 155-161.
/*ref*/Nascimento, V. F. D., Hattori, T. Y., & Trettel, A. C. P. T. (2020a). Necessidades pessoais de enfermeiros durante a pandemia da COVID-19 em Mato Grosso. Enferm. foco (Brasília), 11(1), 141-145.
/*ref*/Nascimento, V. F. D., Hattori, T. Y., & Trettel, A. C. P. T. (2020b). Dificultades y temores de las enfermeras que enfrentan la pandemia de COVID-19 en Brasil. Humanidades Médicas, 20(2), 312-333.
/*ref*/Nascimento, V. F. D., Espinosa, M. M., Silva, M. C. N. D., Freire, N. P., & Terças-Trettel, A. C. P. (2020c). Impacto da COVID-19 sob o trabalho da enfermagem brasileira: aspectos epidemiológicos. Enferm. foco (Brasília),11(1), 24-31.
/*ref*/Oliveira, K. K. D. D., Freitas, R. J. M. D., Araújo, J. L. D., & Gomes, J. G. N. (2020). Nursing Now e o papel da enfermagem no contexto da pandemia e do trabalho atual. Revista Gaúcha de Enfermagem, 42(SPE). DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2021.20200120
/*ref*/Organização Mundial da Saúde (2020). WHO Director-General’s opening remarks at the media briefing on COVID-19. Obtido de https://www.who.int/ dg/ speeches/ detail/who-director-general-s-opening-remarks-at-the-media-briefing-on-covid-19---11-march2020
/*ref*/Perrotta, F., Corbi, G., Mazzeo, G., Boccia, M., Aronne, L., D’Agnano, V., ... & Bianco, A. (2020). COVID-19 and the elderly: insights into pathogenesis and clinical decision-making. Aging clinical and experimental research, 1-10. DOI: https://doi.org/10.1007/s40520-020-01631-y.
/*ref*/Pires, D., Gelbcke, F.L., Matos, E. (2004). Organização do trabalho em enfermagem: implicações no fazer e viver dos trabalhadores de nível médio. Trabalho, Educação e Saúde, 2(2), 311-325.
/*ref*/Prado, M. F. D., Antunes, B. B. D. P., Bastos, L. D. S. L., Peres, I. T., Silva, A. D. A. B. D., Dantas, L. F., ... & Bozza, F. A. (2020). Análise da subnotificação de COVID-19 no Brasil. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, 32(2). DOI: https://doi.org/10.5935/0103-507x.20200030.
/*ref*/Schwartz, F. P. (2020). Distanciamento social e o achatamento das curvas de mortalidade por COVID-19: uma comparação entre o Brasil e epicentros da pandemia. Revista Thema, 18, 54-69.
/*ref*/Silva, A. W. C., Cunha, A. A., Alves, G. C., Corona, R. A., Dias, C. A. G. D. M., Nassiri, R., ... & Araújo, M. H. M. (2020). Perfil epidemiológico e determinante social do COVID-19 em Macapá, Amapá, Amazônia, Brasil. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/covid-19-em-macapa
/*ref*/Soares, C. B., Peduzzi, M., & Costa, M. V. D. (2020). Os trabalhadores de enfermagem na pandemia Covid-19 e as desigualdades sociais. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 54. DOI: https://doi.org/10.1590/s1980-220x2020ed0203599
/*ref*/Souza, L. P. (2020). Trabalhadores da enfermagem na pandemia da covid-19 no brasil: quem tem cuidado de quem cuida? Boletim de Conjuntura (BOCA), 4(11), 01-05.
/*ref*/Teixeira, C., Soares, C. M., Souza, E. A., Lisboa, E. S., Pinto, I., Andrade, L. R., & Espiridião, M. A. (2020). A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Ciencia & saude coletiva, 25(9), 3465–3474.
/*ref*/Thomson, E. C., Rosen, L. E., Shepherd, J. G., Spreafico, R., da Silva Filipe, A., Wojcechowskyj, J. A., ... & Lytras, S. (2020). The circulating SARS-CoV-2 spike variant N439K maintains fitness while evading antibody-mediated immunity. bioRxiv, 11(04), 355842. DOI: https://doi.org/10.1101/2020.11.04.355842
/*ref*/Ventura-Silva, J. M. A., Ribeiro, O. M. P. L., Santos, M. R., Faria, A. D. C. A., Monteiro, M. A. J., & Vandresen, L. (2020). Planejamento organizacional no contexto de pandemia por COVID-19: implicações para a gestão em enfermagem. Journal Health NPEPS, 5(1), 4626.
/*ref*/Yang, A. P., Liu, J., Tao, W., & Li, H. M. (2020). The diagnostic and predictive role of NLR, d-NLR and PLR in COVID-19 patients. International immunopharmacology, 84, 106504. DOI: 10.1016/j.intimp.2020.106504
/*ref*/Wang, P., Lu, J. A., Jin, Y., Zhu, M., Wang, L., & Chen, S. (2020). Statistical and network analysis of 1212 COVID-19 patients in Henan, China. International Journal of Infectious Diseases, 95, 391-398. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijid.2020.04.051
/*ref*/Xu, S., & Li, Y. (2020). Beware of the second wave of COVID-19. The Lancet, 395(10233), 1321-1322.
/*ref*/Zheng, Y. Y., Ma, Y. T., Zhang, J. Y., & Xie, X. (2020). COVID-19 and the cardiovascular system. Nature Reviews Cardiology, 17(5), 259-260.
 
Rights Derechos de autor 2021 Veronica Perius de Brito, Alice Mirane Malta Carrijo, Neyson Pinheiro Freire, Vagner Ferreira do Nascimento, Stefan Vilges de Oliveira
https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library