Defesa psíquica na primeira tópica freudiana: por que as pulsões são reprimidas?

Revista de Filosofia Aurora

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Defesa psíquica na primeira tópica freudiana: por que as pulsões são reprimidas?
 
Creator Sanches, Aline
Bocchi, Josiane Cristina
 
Subject Filosofia da Psicanálise; Freud; Filosofia
Pulsão. Sexualidade. Repressão
 
Description Desde o início da teorização freudiana, inibição, defesa e censura são processos que devem incidir sobre as pulsões. O primitivo pulsional precisa ser reprimido ou transformado. Este artigo problematiza a relação entre as pulsões sexuais e a defesa psíquica, ao longo do período pré-psicanalítico e da primeira tópica freudiana. Situamos o conflito entre sexualidade e repressão, apontado por Freud como característico das psiconeuroses, enquanto que nas neuroses atuais a angústia está relacionada a um registro quantitativo e não exatamente a um conflito psíquico. Nesse caso, revela-se desencontros entre um sexual corpóreo e sua representação psíquica. Pretende-se, neste trabalho, evidenciar o caráter negativo das pulsões e pôr em relevo a natureza do antagonismo que se opõe às pulsões sexuais. A formulação das pulsões de autoconservação como aquilo que deve se contrapor às pulsões sexuais não esclarece completamente porque é imperativo que algo aconteça face às vivências pulsionais fundantes do aparelho. A satisfação em estado bruto acarreta prejuízos, tanto do ponto de vista psíquico quanto social; logo, a repressão das pulsões sexuais é condição necessária para a existência individual e coletiva. Evidencia-se assim algo específico do humano, afinal, se toda a natureza funciona afirmando o instinto, a espécie humana somente se desenvolve a partir de sua negação. A partir de tais construções teóricas, questiona-se se a psicanálise ainda permanece demasiadamente tributária de uma concepção de natureza revestida de pressupostos morais, sustentando a noção de que tenha que ser continuamente negada, afastada, coagida e domesticada, em prol de construções sociais bastante questionáveis, porém acatadas como necessárias.
 
Publisher PUCPR University Press - PUCPRESS
 
Contributor
 
Date 2021-04-05
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion


 
Format application/pdf
 
Identifier https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/27754
10.7213/1980-5934.33.058.DS10
 
Source Revista de Filosofia Aurora; v. 33, n. 58 (2021): Pluralismos na Psicanálise
Revista de Filosofia Aurora; v. 33, n. 58 (2021): Pluralismos na Psicanálise
1980-5934
0104-4443
 
Language por
 
Relation https://periodicos.pucpr.br/index.php/aurora/article/view/27754/24896
 
Rights Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat
http://creativecommons.org/licenses/by/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library