O papel das Cadeias Curtas de Comercialização na construção de um modelo de desenvolvimento rural sustentável no semiárido nordestino: o caso da Central de Comercialização da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (CECAFES)

Desenvolvimento e Meio Ambiente

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title O papel das Cadeias Curtas de Comercialização na construção de um modelo de desenvolvimento rural sustentável no semiárido nordestino: o caso da Central de Comercialização da Agricultura Familiar do Rio Grande do Norte (CECAFES)
The role of short Commercialization chains in the constitution of a sustainable rural development model in the Brazilian semiarid region: the case of the Family Farming Commercialization Center in Rio Grande do Norte State (CECAFES)
 
Creator Amaral, Letícia de Souza
Santos, Carine de Jesus
Souza, Cimone Rozendo de
Penha, Thales Augusto Medeiros
Araújo, Joaquim Pinheiro de
 
Subject
sistemas agroalimentares alternativos; circuitos curtos de comercialização; convenções de qualidade

alternative agri-food systems; short food supply chain; quality conventions
 
Description For around two decades, so-called short food supply chains have been gaining more acknowledgment worldwide. These market channels are conceived by governments, civil society organizations and academia as important strategies in shaping an alternative agri-food system, based on more sustainable production models and also faire about food consumption. The analyzes in this article sought to understand the impact of the short food supply chain created by the Family Farming Commercialization Center (CECAFES), in the state of Rio Grande do Norte - Brazil, have the potential to put a more sustainable model of production and consumption in the Brazilian semiarid region, as suggested by the literature. From the results of the field research conducted with 15 farmers (a sample of more than 3 thousand farmers in the semiarid region), the formation path of this chain was studied, highlighting the role of producers, consumers and external actors linked to it. The results reveal the role of farmers and their organizations in guaranteeing the volume and diversity of products, especially agroecological products. Getting a closer connection to consumers has led to the search for new forms of certification on organic production, expanding yields and opening up other marketing channels. From the consumers' point of view, there is a very narrow perception of the role that they can play in sustaining these chains. The option for this type of market is guided, mostly, by concerns related to their own health, low prices or easy access, revealing little social commitment. Despite the importance of these circuits, the emergence of an alternative agri-food system, based on new forms of socioeconomic and environmental rationality, especially on the part of consumers, can be compared to shoots or seeds of a desired transition (Ploeg, 2008) that still has a long way to go.
Há aproximadamente duas décadas observa-se uma tendência mundial de valorização dos chamados circuitos curtos de comercialização. Estes são concebidos, por governos, organizações da sociedade civil e academia, como estratégias importantes na conformação de um sistema agroalimentar, alternativo, baseado em modelos produtivos mais sustentáveis e em formas mais justas de consumo. As análises contidas neste artigo procuraram compreender em que medida os circuitos curtos criados pela Central de Comercialização da Agricultura Familiar (CECAFES), no Estado do Rio Grande do Norte - Brasil, têm potencial para colocar em curso um modelo de produção e consumo mais sustentável na região semiárida, conforme sugerido pela literatura. A partir da pesquisa de campo com 15 agricultores (representantes dos mais de três mil agricultores do semiárido), recuperou-se a trajetória de formação dessa cadeia, destacando o papel dos produtores, dos consumidores e dos atores externos a ela vinculados. Os resultados revelam o protagonismo dos agricultores e suas organizações na garantia de volume e diversidade de produtos, sobretudo os agroecológicos. A aproximação com os consumidores tem ensejado a busca por novas formas de certificação da produção orgânica, ampliando rendimentos e abrindo outros canais de comercialização. Já do ponto de vista dos consumidores há uma percepção muito imprecisa sobre o papel que estes podem cumprir na sustentação dessas cadeias. A opção por esse tipo de mercado é orientada, em grande medida, por preocupações ligadas à sua própria saúde, pelos baixos preços ou comodidade na locomoção, revelando pouco compromisso social. Apesar da importância desses circuitos, a emergência de um sistema agroalimentar alternativo, fundamentado em novas formas de racionalidade socioeconômicas e ambientais, em especial por parte dos consumidores, podem ser comparadas a brotos ou sementes de uma transição desejada (Ploeg, 2008) que ainda terá um longo caminho a percorrer.
 
Publisher UFPR
 
Contributor

 
Date 2020-12-17
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion




 
Format application/pdf
 
Identifier https://revistas.ufpr.br/made/article/view/74160
10.5380/dma.v55i0.74160
 
Source Desenvolvimento e Meio Ambiente; v. 55 (2020)
Desenvolvimento e Meio Ambiente; v. 55 (2020)
2176-9109
1518-952X
10.5380/dma.v55i0
 
Language por
 
Relation https://revistas.ufpr.br/made/article/view/74160/42394
 
Rights Direitos autorais 2020 Desenvolvimento e Meio Ambiente
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library