Estudo da produção de arroz brasileira e o papel do estado Mato Grosso do Sul

Agrarian

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Estudo da produção de arroz brasileira e o papel do estado Mato Grosso do Sul
Study of Brazilian rice production and the role of Mato Grosso do Sul state
 
Creator Sato, Leandro Kenji
Reis, Joao Gilberto Mendes dos
 
Subject Engenharia de produção
Cadeias Produtivas. Orizicultura. Produtividade Agrícola.

Agricultural Productivity. Rice Cultivation. Productive Chain.
 
Description O arroz é considerado alimento básico para mais da metade da população mundial, sendo produzidas cerca de 480 milhões de toneladas por ano. O Brasil é um grande consumidor e produtor de arroz concentrado principalmente na região sul do país. Entretanto, nota-se uma dependência de outros estados inclusive de importação de grãos. O estado do Mato Grosso do Sul (MS), por exemplo, aumentou a sua produtividade em 965% nos últimos 40 anos, porém estranhamente houve grande redução da produção do grão no estado. Diante deste contexto, o presente trabalho tem como objetivo analisar a evolução do cultivo do arroz no país, as principais regiões produtoras e, mais especificamente, mostrar o panorama do cultivo do arroz no estado do Mato Grosso do Sul para identificar possíveis causas que levam este a não figurar como grande produtor apesar da produtividade registrada. Para esse fim foi realizado um estudo bibliográfico e estatístico descritivo. Os resultados mostraram que entre as causas para esse papel pouco relevante de MS está atrelado a baixa qualidade dos grãos produzidos, economias de escala na produção no Rio Grande do Sul, alta produção de soja e milho, baixa disponibilidade de financiamento, preço competitivo do arroz produzido no Paraguai e problemas logísticos.
Rice is considered a staple food for more than half of the world population where the production is estimated at around 480 million tons per year. Brazil is a major consumer and producer of rice mainly in the south region of the country. However, there is a dependence on other states, including grain imports. The state of Mato Grosso do Sul (MS), for example, raise its productivity by 965% in the last 40 years, but strangely there was a great reduction in the production of grain in the state. Given this context, the present work aims to analyze the evolution of rice cultivation in the country, the main producing regions and, more specifically, to show the panorama of rice cultivation in the state of Mato Grosso do Sul to identify possible causes that lead this state not to appear as a major producer despite the recorded productivity. To this end, a descriptive bibliographic and statistical study was carried out. The results showed that among the causes for this irrelevant role of MS is linked to the low quality of the grains produced, economies of scale in production in Rio Grande do Sul, high production of soy and corn, low availability of financing, competitive price of rice produced in Paraguay and logistical issues.
 
Publisher Editora UFGD
 
Contributor

 
Date 2020-11-23
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion


 
Format application/pdf
 
Identifier https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/agrarian/article/view/9212
10.30612/agrarian.v13i50.9212
 
Source Agrarian Journal; v. 13, n. 50 (2020); 548-555
Agrarian; v. 13, n. 50 (2020); 548-555
1984-2538
 
Language por
 
Relation https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/agrarian/article/view/9212/6400
/*ref*/CONAB. Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos. Brasília: Conab, v. 2, n. 12, set. 2016.
/*ref*/CONAB. “Séries Históricas de Área Plantada, Produtividade e Produção, relativas às Safras 1976/77 a 2018/19 de Grãos”. Disponível em: https://www.conab.gov.br/info-agro/safras/serie-historica-das-safras?start=10. Acesso em: 28 julho 2020.
/*ref*/CONAB. Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos. Brasília: Conab, 2016. Disponível em: https://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/17_04_12_14_08_06_relatorio_safra_graos_rn_2017_7o_lev.pdf. Acesso em: 10 maio 2018.
/*ref*/EMBRAPA. “Dados de conjuntura da produção de arroz (Oryza sativa L.) no Brasil (1985-2013)”. Disponível em: http://www.cnpaf.embrapa.br/socioeconomia/index.htm. Acesso em: 02 abr. 2018a.
/*ref*/EMBRAPA. “Sistemas de produção EMBRAPA: Cultivo do arroz irrigado no Brasil”. Disponível em: https://www.spo.cnptia.embrapa.br/conteudo?p_p_id=conteudoportlet_WAR_sistemasdeproducaolf6_1ga1ceportlet&p_p_lifecycle=0&p_p_state=normal&p_p_mode=view&p_p_col_id=column1&p_p_col_count=1&p_r_p_-76293187_sistemaProducaoId=5101&p_r_p_-996514994_topicoId=5515. Acesso em: 01 abril 2018b.
/*ref*/FAO, Food and Agriculture Organization of the United Nations. “Statistical Databases: Agriculture, 2020”. Disponível em: http://faostat3.fao.org. Acesso em 01 agosto 2020.
/*ref*/GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.
/*ref*/GUIMARÃES, P. R. B. Métodos Quantitativos Estatísticos. Curitiba: IESDE Brasil S.A, 2008.
/*ref*/LABORTE, A.G., GUTIERREZ, M. A., BALANZA, J. G., SAITO, K., ZWART, S. J., BOSCHETTI, M. B., MURTY, M.V.R. 2017. “RiceAtlas, a spatial database of global rice calendars and production”. Scientific Data 4 (maio): 170074. https://doi.org/10.1038/sdata.2017.74.
/*ref*/MUTHAYYA, S., SUGIMOTO, J. D., MONTGOMERY, S., MABERLY, G. F. “An Overview of Global Rice Production, Supply, Trade, and Consumption: Global Rice Production, Consumption, and Trade”. Annals of the New York Academy of Sciences 1324 (1): 7–14, 2014. https://doi.org/10.1111/nyas.12540.
/*ref*/NATURE. Nature outlook: Rice. Nature, 2014. Disponível em: https://www.nature.com/articles/514S49a.pdf. Acesso em: 05 setembro 2018.
/*ref*/PORTALETE, L. C., NETO, A. R., AZAMBUJA, D., FERREIRA, C. M. F. “Caracterização e Diagnóstico da Cadeia Produtiva do Arroz no Estado de Mato Grosso do Sul”. Brasília: Embrapa, 2013. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/99148/1/manualilustrado-11.pdf. Acesso em: 13 maio 2018.
/*ref*/SOCIEDADE SUL-BRASILEIRA DE ARROZ IRRIGADO. “Arroz irrigado: recomendações técnicas da pesquisa para o sul do Brasil”. Pelotas: SOSBAI, 2016. Disponível em: http://www.sosbai.com.br/docs/Boletim_RT_2016.pdf. Acesso em: 15 maio 2018.
 
Rights Direitos autorais 2020 Agrarian
https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library