Pensamento social e a questão da racionalidade

Revista Educação e Cultura Contemporânea

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Pensamento social e a questão da racionalidade
 
Creator Dorra Ben Alaya; Université de Tunis El-Manar
Tradutora: Edna Maria Querido de Oliveira Chamon; Universidade Estácio de Sá
 
Description Ao substituir o conceito de representação coletiva (Durkheim, 1898) pelo de representação social, Moscovici (1961/1976) torna possível a hipótese segunda a qual a cultura não seria nem estática, nem hermética, nem homogênea. Ele também indica que as sociedades modernas caracterizam-se por uma pluralidade de culturas. Em seus textos, autores como Lévy-Bruhl (1921) e Durkheim (1898) distinguiram radicalmente sociedades tradicionais e sociedades modernas. Entretanto, observações realizadas no contexto tunisiano permitem avançar a hipótese de que a pluralidade cultural poderia se apresentar sob a forma de uma sobrevivência do pensamento tradicional nas sociedades com instituições modernas. Mais do que isso, essa pluralidade não seria apenas uma justaposição de culturas, mas uma reorganização particular de significados. Também, a exploração de estruturas antinômicas presentes no senso comum na Tunísia sugere que duas racionalidades diferentes (uma tradicional e outra moderna) coexistem na representação social de noções fundamentais que sustentam as sociedades ditas modernas (Estado, lei, cidadania, espaço público/privado...). Essas conclusões argumentam a favor de um retorno à noção de cultura em psicologia social e de uma retomada da recomendação de Moscovici (2012) para considerar a psicologia social como “uma psicologia da cultura, nossa cultura”.

Palavras-chave: Cultura. Modernidade. Representação social. Sociedade tradicional. Tunísia.
 
Publisher Universidade Estácio de Sá
 
Contributor
 
Date 2020-10-15
 
Type Avaliado por Pares
 
Format application/pdf
 
Identifier http://periodicos.estacio.br/index.php/reeduc/article/view/8554
 
Source Revista Educação e Cultura Contemporânea; Vol. 17, No 50 (2020); 16-29
 
Language pt
 
Rights Ao submeter um artigo para publicação na Revista Educação e Cultura Contemporânea, o (s) autor(es) concordam com os seguintes termos: 1. Os autores garantem que o trabalho não foi publicado anteriormente em meio eletrônico ou impresso, tampouco encaminhado para publicação em língua portuguesa em outros periódicos. Também asseguram que todos os autores participaram na elaboração intelectual de seu conteúdo; 2. O(s) autor(es) mantêm os direitos sobre o artigo, entretanto, a publicação na revista implica na cessão integral e exclusiva dos direitos autorais, sem pagamento, sob a Licença Creative Commons Attribution CCBYNC, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e primeira edição neste periódico; 3. Os artigos publicados representam, exclusivamente, a expressão do ponto de vista de seus autores e não a posição da Revista Educação e Cultura Contemporânea ou do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estácio de Sá; 4. Ao(s) autor(es) de um artigo é permitida e incentivada a distribuição de trabalho on-line, por meio da divulgação do doi ou do link de acesso à revista.
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library