Deficiência, mulheres e a dimensão do cuidado: compreensões das interseções em relações jurídico-sociais aplicadas

Teoria Jurídica Contemporânea

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Deficiência, mulheres e a dimensão do cuidado: compreensões das interseções em relações jurídico-sociais aplicadas
Disability, women and care: intersections in applied legal-social relations
 
Creator Marafon, Giovanna
Piluso, Roberta Pinheiro
 
Subject Direitos Humanos; Estudos da Deficiência; Estudos de Gênero
Deficiência; Feminismo; Interseccionalidade; Cuidado; Relações jurídico-sociais
Deficiência e gênero

Disability; Feminism; Intersectionality; Care; Legal-social relations

 
Description RESUMO:Neste artigo buscamos compreender as intersecções possíveis entre os campos da deficiência e de gênero, por meio da proposta de um diálogo interseccional, que considera ainda outros marcadores sociais de diferença. Subsidiamos a discussão teórica em um olhar para o modelo social da deficiência, com o aporte fundamental do pensamento feminista em relação aos estudos da deficiência, especialmente pela centralidade atribuída à dimensão do cuidado e na contribuição da teoria crip. Realizamos análises jurídico-sociais a partir de duas experiências profissionais, a saber: na militância no campo jurídico em relação às pessoas com deficiência e na pesquisa-extensão universitária na formação e intervenção nos modos de compreensão da deficiência e da inclusão e mediação.
ABSTRACT:In this article we seek to understand the possible intersections between the disability and gender fields, through the proposal of an intersectional dialogue, which also considers other social markers of difference. We supported the theoretical discussion in a look at the social model of disability, with the fundamental contribution of feminist thinking in relation to disability studies, especially due to the centrality attributed to the dimension of care and the contribution of crip theory. We carry out legal-social analyzes from two professional experiences, namely: in the militancy in the legal field in relation to people with disabilities and in university extension research in the formation and intervention in the ways of understanding disability and inclusion and mediation.
 
Publisher Programa de Pós-Graduação em Direito
 
Contributor FAPERJ - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

 
Date 2020-07-09
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Avaliado pelos pares
 
Format application/pdf
 
Identifier https://revistas.ufrj.br/index.php/rjur/article/view/27991
10.21875/tjc.v5i1.27991
 
Source Teoria Jurídica Contemporânea; v. 5, n. 1 (2020); 110-134
2526-0464
10.21875/tjc.v5i1
 
Language por
 
Relation https://revistas.ufrj.br/index.php/rjur/article/view/27991/19926
/*ref*/AKOTIRENE, C. O que é interseccionalidade? Belo Horizonte: Letramento. Justificando, 2018.
/*ref*/ALMEIDA, S. L. O que é racismo estrutural? Belo Horizonte: Letramento, 2018.
/*ref*/BLOCK, P; MELLO, A. G.; NUERNBERG, A. H. Não é o corpo que nos discapacita, mas sim a sociedade: a interdisciplinaridade e o surgimento dos estudos sobre deficiência no Brasil e no mundo. In: SCHIMANSKI, E.; CAVALCANTE, F. G.. (Org.). Pesquisa e Extensão: experiências e perspectivas interdisciplinares. 1 ed. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2014, p. 91-118.
/*ref*/BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.
/*ref*/BRASIL. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Brasília: Edições Câmara, 2015. Disponível em: http://www.cnmp.mp.br/portal/images/lei_brasileira_inclusao__pessoa__deficiencia.pdf. Acesso em 08 ago. 2019.
/*ref*/BUTLER, J. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? (Tradução Sergio Lamarão e Arnaldo da Cunha). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.
/*ref*/BUTLER, J. Corpos em aliança e a política das ruas. Notas para uma teoria performativa de assembleia. (Tradução de Fernanda Siqueira Miguens). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018.
/*ref*/CARNEIRO, S. Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil. São Paulo: Selo Negro, 2011.
/*ref*/CRENSHAW, K. “Documento para o encontro de especialistas em aspectos da discrimação racial relativos ao gênero”. Revista Estudos Feministas. v. 10, n. 1, p. 175, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ref/v10n1/11636.pdf. Acesso em 24 jan. 2019.
/*ref*/DIAS, A. “Por uma genealogia do capacitismo: da eugenia estatal a narrativa capacitista social”. Anais do I Simpósio Internacional de Estudos sobre a Deficiência – SEDPcD/ Diversitas/ USP Legal, São Paulo, 2013.
/*ref*/DINIZ, D. “Modelo Social de deficiência: a crítica feminista”. Brasília: SérieAnis 28, Letras Livres, 1-8, julho, 2003. DINIZ, D. O que é deficiência? São Paulo: Brasiliense, 2007.
/*ref*/FEDERICI, S. Calibã e a bruxa. Mulheres, corpo e acumulação primitiva. Traduação de Coletivo Sycorax. São Paulo: Elefante, 2017.
/*ref*/FEDERICI, S. O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. São Paulo: Elefante, 2019.
/*ref*/FERRI, A. e Gregg, N. “Women with Disabilities: Missing Voices”. Women’s Studies International Forum, v. 21, n. 4, pp. 429- 439, 1998.
/*ref*/FIETZ, H. M.; MELLO, A. G. de. “A Multiplicidade do Cuidado na Experiência da Deficiência”. Revista AntHropológicas, [S.l.], abr. 2019. ISSN 2525-5223. Disponível em: <https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaanthropologicas/article/view/238990>. Acesso em: 06 jun. 2019.
/*ref*/GONZALEZ, L. “Racismo e sexismo na cultura brasileira”. Revista Ciências Sociais Hoje, Anpocs, 1984, p. 223 - 244, 1984.
/*ref*/KAUFMAN, N. Cinco pistas para uma prática de mediação escolar não medicalizante. In: Comissão de Psicologia e Educação (Org.) Conversações em Psicologia e Educação. Rio de Janeiro: CRPRJ, 2016.
/*ref*/KAUFMAN, N. e TABAK, S. “Inclusão e mediação escolar: norteadores para uma prática ética”. Revista Educação Online. Rio de Janeiro, n. 22, 2016, p. 27-42.
/*ref*/MOHANTY, C. T. Feminism Without Borders. Durham/London: Duke University Press, 2003. MARTINS, B. S; FONTES, F. Deficiência e Emancipação Social. Para uma crise da normalidade. Coimbra: Almedina, 2016.
/*ref*/MELLO, A. G. e NUERNBERG. A. H. “Gênero e deficiência: interseções e perspectivas”. Revista Estudos Feministas, Florianópolis: setembro-dezembro 2012 (635-655).
/*ref*/MELLO, A. G. “Deficiência, incapacidade e vulnerabilidade: do capacitismo ou a preeminência capacitista e biomédica do Comitê de Ética em Pesquisa da UFSC”. Ciências e saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 21, n. 10, p. 3265-3276, Out. 2016 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016001003265&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 05 jun 2019.
/*ref*/MELLO, A. G. Gênero nas políticas da deficiência, deficiência nas políticas para mulheres: uma análise de documentos oficiais sobre violências contra mulheres com deficiência. In: Deficiência em questão para uma crise de normalidade. Rio de Janeiro: NAU, 2017.
/*ref*/MELLO, A. G. et al. “Entre Pesquisar e Militar: engajamento político e construção da teoria feminista no Brasil”. Revista Ártemis. vol. 15 nº1; jan-jul 2013. pp. 10-29. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/artemis/article/view/16635/9492. Acesso em: 05 jun. 2019.
/*ref*/MCRUER, R. Compulsory Able-Bodiedness and Queer/Disabled Existence. In: Snyder SL, Brueggmann BJ, Garland-Thomsom R. (orgs). Disability studies: enabling the humanities. New York: Modern Languague Association of America; 2002. pp. 88-99.
/*ref*/ONU. Conselho de Direitos Humanos. Estudio temático sobre la cuestión de la violencia contra las mujeres y las niñas y la discapacidad . Disponível em: <http://www.acnur.org/t3/fileadmin/ Documentos/BDL/2014/9693.pdf?view=1>. Acesso em: 10 abr. 2019.
/*ref*/WHO. World Report on Disability. Geneva: World Health Organization Press, 2011. Disponível em: <http://whqlibdoc.who.int/publications/2011/9789240685215_eng.pdf>. Acesso em: 22 mar. 2018
 
Rights Direitos autorais 2020 Giovanna Marafon, Roberta Pinheiro Piluso
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library