A INTRODUÇÃO DA SOCIOLOGIA NA CRIMINOLOGIA PELAS CONTRIBUIÇÕES DA ESCOLA DE CHICAGO: O SURGIMENTO DA RETÓRICA DA POLÍTICA CRIMINAL DA TOLERÂNCIA ZERO E A DIFUSÃO DE SUAS CRÍTICASTHE INTRODUCTION OF SOCIOLOGY IN CRIMINOLOGY BY CHICAGO SCHOOL CONTRIBUTIONS: THE EMERGENCE OF THE POLITIC OF ZERO TOLERANCE RETORIC AND THE DIFFUSION OF YOUR CRITICS

Duc In Altum - Cadernos de Direito

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title A INTRODUÇÃO DA SOCIOLOGIA NA CRIMINOLOGIA PELAS CONTRIBUIÇÕES DA ESCOLA DE CHICAGO: O SURGIMENTO DA RETÓRICA DA POLÍTICA CRIMINAL DA TOLERÂNCIA ZERO E A DIFUSÃO DE SUAS CRÍTICASTHE INTRODUCTION OF SOCIOLOGY IN CRIMINOLOGY BY CHICAGO SCHOOL CONTRIBUTIONS: THE EMERGENCE OF THE POLITIC OF ZERO TOLERANCE RETORIC AND THE DIFFUSION OF YOUR CRITICS
 
Creator Silva Filho, Edson Vieira da
Rovani, Allan
 
Description O trabalho tem seu objeto de estudo direcionado ao direito penal e às ciências multidisciplinares – criminologia, sociologia, antropologia, instrumentalização de políticas criminais, etc. – com problemática geral que propõe o estudo das contribuições da sociologia na criminologia. Passando pela bibliografia ao final enumerada, o tema tem seu desenvolvimento em dois tópicos fundamentais: de início, para compreender o contexto em que surge a ideia de se praticar uma tolerância zero, as contribuições da ecologia criminal como desenvolvimento de uma nova teoria do delito, agora compreendido segundo as dinâmicas sociais e a falência de sua identidade diante da massiva urbanização; e da ruptura com identidade à responsabilização dos diferentes, o desenvolvimento de uma nova teoria da punição pela retórica do “milagre”, que a política criminal de tolerância zero nostalgicamente poderia proporcionar. Não obstante a utilização de diversos autores da criminologia, e até mesmo os específicos críticos das políticas de tolerância zero, os trabalhos de Alessandro Baratta, Eugenio Raúl Zaffaroni e Nilo Batista representam os referenciais teóricos no que diz respeito à criminologia crítica e à crítica do direito penal. Assim, conclui-se que a instrumentalização da política criminal da tolerância zero só é teoricamente capaz de trazer às ruas aquela velha sensação de segurança das memórias de infância, mesmo que, para tanto, na prática, seja necessário produzir a exclusão dos diferentes e de suas famílias.
 
Publisher Faculdade Damas da Instrução Cristã
 
Contributor
 
Date 2019-09-04
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://faculdadedamas.edu.br/revistafd/index.php/cihjur/article/view/1047
10.22293/2179-507x.v11i23.1047
 
Source Duc In Altum - Cadernos de Direito; v. 11, n. 23 (2019)
2179-507X
2317-6555
10.22293/2179-507x.v11i23
 
Language por
 
Relation http://faculdadedamas.edu.br/revistafd/index.php/cihjur/article/view/1047/880
 
Rights Direitos autorais 2019 Duc In Altum - Cadernos de Direito
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library