Timeline, Scores and Results Prediction in Professional Men's Soccer FIFA World Cups (1930-2018)

Lecturas: Educación Física y Deportes

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Timeline, Scores and Results Prediction in Professional Men's Soccer FIFA World Cups (1930-2018)
Cronología, tanteadores y predicción de resultados en las Copas Mundiales de Fútbol Profesional Masculino (1930-2018)
Timeline, placares e predição de resultados nas Copas do Mundo de Futebol Profissional Masculino (1930-2018)
 
Creator Barreto, Flávio Vinicius Fonseca
Silva, Roberto Jerônimo dos Santos
Almeida, Marcos Bezerra de
 
Subject Match analysis
Notational analysis
Game-related statistics
Goal score
FIFA World Cupo
Análisis de partidos
Análisis de notación
Estadísticas de partidos
Tanteadores
Copa del Mundo FIFA
Analise do jogo
Analise notacional
Estatísticas de jogo
Placares
Copa do Mundo FIFA
 
Description Professional men's soccer FIFA World Cup (FWC) takes place every four years, so it is an excellent opportunity to follow evolution in this modality. Hence, three objectives were set: a) to verify the trend of the average goals scored and score frequency; b) to analyze the association between first-half results and final results of matches; and c) to identify if half times results could predict matches outcomes. Thus, we analyzed all 900 FWC matches between years 1930 and 2018. Data were organized in goals scored and against in the first half and at the end of matches, first-half and matches outcome (win, draw or lose). Descriptive and trend analysis were carried out for the evolution of goals in FWC editions. A cross table was used to verify the final scores of matches, followed by an analysis of the association between partial results (first half) and final matches outcome, and a multinomial logistic regression to identify the match win odds ratio. It concludes that goals average in FWC has an undulatory trend; scores up to three goals were prevalent; first half win is associated to final win matches, and first half lose or draw increases odds to lose at the end of matches.
La Copa Mundial de la FIFA de fútbol masculino (CMFIFA) que se celebra cada cuatro años, brinda una excelente oportunidad para seguir la evolución y el rendimiento del deporte. Se plantearon tres objetivos: a) Verificar la tendencia evolutiva del promedio de goles y la frecuencia de los puntajes finales en los partidos del CMFIFA ya celebrados (1930-2018); b) Analizar la asociación entre resultados parciales (primer tiempo) y finales dichos los partidos; c) Identificar si los goles y los resultados parciales son capaces de predecir los resultados finales en los partidos. Para esto, se analizaron los 900 partidos CMFIFA jugados entre los años 1930 y 2018. Los datos se organizaron en: goles marcados y recibidos en la primera y segunda mitad de los partidos; y resultados parciales (primera mitad) y finales (victoria, empate, derrota). Se llevaron a cabo análisis descriptivos y de tendencias para verificar la evolución de la cantidad de goles en promedio. Se realizó una tabla cruzada para verificar los resultados finales de los juegos, seguido de un análisis de la asociación entre los resultados parciales y finales de todos los partidos, y una regresión logística multinomial para identificar la proporción final de probabilidades de ganar partiendo de los resultados parciales. Se concluye que la cantidad de goles promedio del CMFIFA tiene una tendencia ondulatoria; los tanteadores por debajo de tres goles prevalecieron; la victoria en la primera mitad está asociada con la victoria final; y perder o empatar en la primera mitad aumenta las posibilidades de derrota.
No futebol moderno, as estatísticas de jogo são uma ferramenta importante para determinação de modelos preditivos de performance ou de resultado. O conhecimento desses modelos pode auxiliar treinadores no planejamento de treinos e jogos. Assim, essa dissertação, organizada em dois estudos independentes, analisou a tendência evolutiva da média de gols e estimou a razão de chance da ocorrência de resultados a partir dos dados estatísticos de jogo nas Copas do Mundo de Futebol Profissional Masculino da FIFA (CMFIFA). No estudo 1, foram analisadas todas as 900 partidas das 21 CMFIFA realizadas entre os anos 1930 e 2018. Os dados foram organizados em: gols marcados e sofridos no primeiro tempo e final das partidas; e resultados parciais (primeiro tempo) e finais das mesmas (vitória, empate, derrota). Foram realizadas análises descritivas e de tendência para verificar a evolução da média de gols nas edições das CMFIFA estudadas. Foi realizada uma tabela cruzada a fim de verificar os placares finais dos jogos, seguida de uma análise de associação entre os resultados parciais (primeiro tempo) e finais de todas as partidas, e uma regressão logística multinomial para identificar a razão de chance de vitória final a partir dos resultados parciais (primeiro tempo). Os resultados mostraram uma tendência polinomial da média de gols (p ≤ 0,01; r = 0,34) com a maior média para a CMFIFA Suíça 1954 (5,23 ± 2,86) e a menor média para a CMFIFA Itália 1990 (2,1 ± 1,56). Em 64% dos jogos os placares terminaram entre 0x0 e 2x1. Equipes que terminaram o primeiro tempo vencendo obtiveram vitória em pelo menos 70% dos jogos, sendo que nunca uma equipe perdeu a partida quando o resultado do primeiro tempo foi de vitória por ≥2 gols de diferença. Por outro lado, perder no primeiro tempo aumentou em mais de 100 vezes a chance de perder a partida (OR = 102,6; p < 0,01). No estudo 2, analisamos as estatísticas de jogo oficiais de todas as 384 partidas das CMFIFA África do Sul 2010, Brasil 2014 e Rússia 2018. Foram incluídas no modelo cinco variáveis independentes categorizadas a partir da mediana (posse de bola efetiva, cartões vermelhos, finalizações efetivas (%), relação finalizações/gols (%) e resultado do primeiro tempo). Logo após foi realizada análise de regressão multinomial tendo como desfecho os resultados finais das partidas (vitória, empate e derrota). O modelo foi capaz de predizer acima de 70% dos resultados em geral, passando dos 80% em predições de resultados de vitória. As chances de sucesso (vitória no jogo) foram maiores em 50 vezes com vitória no primeiro tempo, em 14 vezes com a relação finalizações/gols >7,7%, e em quatro vezes caso não recebam cartões vermelhos. Concluímos que as médias de gols das CMFIFA possuem uma tendência ondulatória; há prevalência de placares ≤3 gols; vitória parcial é associada à vitória final e derrota em relação à vitória parcial aumenta a chance de derrota no final do jogo; vitória em relação à derrota parcial, não tomar cartões vermelhos e ter uma melhor relação gols/finalizações representam maiores chances de vitória no final das partidas.
Realizada a cada quatro anos, a Copa do Mundo Masculina da FIFA (CMFIFA) oferece uma excelente oportunidade para acompanhar a evolução e o desempenho do esporte. Por consequência, três objetivos foram estabelecidos: a) Verificar a tendência evolutiva da média de gols e frequência de placares finais nos jogos das CMFIFA já realizadas (1930-2018); b) Analisar a associação entre os resultados parciais (primeiro tempo) e finais nos jogos das CMFIFA já realizadas (1930-2018); c) Identificar se os gols e resultados parciais são capazes de predizer os resultados finais nos jogos das CMFIFA já realizadas. Para isso, foram analisados todas as 900 partidas das CMFIFA realizadas. Os dados foram organizados em: gols marcados e sofridos no primeiro tempo e final das partidas; e resultados parciais e finais das mesmas (vitória, empate, derrota). Foram realizadas análises descritivas e de tendência para verificar a evolução da média de gols nas edições das CMFIFA. Foi realizada uma tabela cruzada a fim de verificar os placares finais dos jogos, seguida de uma análise de associação entre os resultados parciais e finais de todas as partidas, e uma regressão logística multinomial para identificar a razão de chance de vitória final a partir dos resultados parciais (primeiro tempo). Conclui que as médias de gols das CMFIFA possuem uma tendência ondulatória; os placares abaixo de três gols foram prevalentes; vitória no primeiro tempo está associada à vitória final, e que perder ou empatar no primeiro tempo de jogo aumenta a chance de derrota no final do jogo.
 
Publisher EFDeportes, de T. Guterman
 
Date 2020-05-20
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Article evaluated by pairs
Artículo evaluado por pares
Artigo avaliado por pares
Artigo avaliado por pares
 
Format text/html
image/jpeg
image/jpeg
 
Identifier https://efdeportes.com/efdeportes/index.php/EFDeportes/article/view/1616
10.46642/efd.v25i264.1616
 
Source Lecturas: Educación Física y Deportes; Vol. 25 No. 264 (2020); 112-125
Lecturas: Educación Física y Deportes; Vol. 25 Núm. 264 (2020); 112-125
Lecturas: Educación Física y Deportes; v. 25 n. 264 (2020); 112-125
Lecturas: Educación Física y Deportes; v. 25 n. 264 (2020); 112-125
1514-3465
 
Language eng
 
Relation https://efdeportes.com/efdeportes/index.php/EFDeportes/article/view/1616/1196
https://efdeportes.com/efdeportes/index.php/EFDeportes/article/view/1616/1197
https://efdeportes.com/efdeportes/index.php/EFDeportes/article/view/1616/1198
 
Rights Derechos de autor 2020 Lecturas: Educación Física y Deportes
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library