Brazilian Program “Open Arms” – Institutional Arrangements Analysis

Administração Pública e Gestão Social

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Brazilian Program “Open Arms” – Institutional Arrangements Analysis
Programa “De Brazos Abiertos”: Um Analisis Com Base Em Sus Arreglos Institucionales
O Programa “De Braços Abertos” – Um Olhar à Luz dos seus Arranjos Institucionais
 
Creator Sotero, Erick de Moura
Oliveira, Ebenezer Marcelo Marques de
Lotta, Gabriela Spanghero
 
Subject





Administração Pública; Ciência Política
arranjos institucionais; intersetorialidade; interdisciplinaridade
Políticas Públicas
 
Description The “Open Arms” program (Programa “De Braços Abertos” in Portuguese) was launched in january 2014 under the management of mayor Fernando Haddad (2013-2016) in São Paulo, Brazil, innovating by highlighting the perspective of harm reduction for the socially vulnerable population of the Luz region (center of São Paulo), working with interdisciplinarity and integration among several municipal secretariats, in the construction of a rights package (housing, food, work and income) that provides its beneficiaries with a project of autonomy. Considering the relevance and innovation of this policy regarding its articulation among several secretariats, this article analyzes the project in the light of its institutional arrangements, built for its elaboration and execution. The analysis is made highlighting four constituent elements: intersectoriality, federative relations, participation of non-state actors and territorial aspects.Keywords: Institutional Arrangements, Intersectoriality, Interdisciplinarity.
El programa "De Braços Abertos" (“De Brazos Abiertos”) fue lanzado en enero de 2014 bajo la dirección del Alcalde Fernando Haddad (2013-2016) en São Paulo, Brasil, innovando al destacar la perspectiva de reducción de daños para la población socialmente vulnerable de la región de Luz (centro de São Paulo) con interdisciplinariedad e integración entre varias secretarías municipales, en la construcción de un paquete de derechos (vivienda, alimentación, trabajo e ingresos) que proporcione a sus beneficiarios un proyecto de autonomía. Teniendo en cuenta la relevancia e innovación de esta política con respecto a su articulación entre varias secretarías, este artículo analiza el Programa "De Braços Abertos" a la luz de sus arreglos institucionales, construidos para su elaboración y ejecución. El análisis se hace resaltar cuatro elementos constitutivos: intersectorialidad, relaciones federativas, participación de actores no estatales y aspectos territoriales.Palabras clave: Arreglos Institucionales, Intersectorialidad, Interdisciplinariedad.
O Programa “De Braços Abertos” foi lançado em janeiro de 2014 pela gestão do Prefeito Fernando Haddad (2013-2016), buscando inovar ao destacar a perspectiva de redução de danos para a população com vulnerabilidade social da região da Luz (centro de São Paulo), atuando com interdisciplinaridade e integração entre diversas secretarias municipais, na construção de um pacote de direitos (moradia, alimentação, trabalho e renda) que proporcionasse a seus beneficiários um projeto de autonomia. Diante da relevância, bem como da inovação dessa política no que tange a sua articulação entre diversas secretarias, o presente artigo faz uma análise do Programa “De Braços Abertos” à luz dos seus arranjos institucionais, construídos para sua elaboração e execução. A análise é feita destacando quatro elementos constituintes dos arranjos institucionais: intersetorialidade, relações federativas, participação de atores não estatais e aspectos territoriais.Palavras-chave: arranjos institucionais; intersetorialidade; interdisciplinaridade
 
Publisher Universidade Federal de Viçosa
 
Contributor


 
Date 2019-07-01
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion



 
Format application/pdf
text/html
 
Identifier https://periodicos.ufv.br/ojs/apgs/article/view/5591
10.21118/apgs.v11i3.5591
 
Source Revista de Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Revista de Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Revista de Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Revista de Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
Revista de Administração Pública e Gestão Social; Julho - setembro 2019: 11(3); 1-17
2175-5787
 
Language por
 
Relation https://periodicos.ufv.br/ojs/apgs/article/view/5591/pdf
https://periodicos.ufv.br/ojs/apgs/article/view/5591/html
 
Coverage








 
Rights Direitos autorais 2019 Administração Pública e Gestão Social
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/deed.pt_BR
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library