Cooperativas de crédito rural solidárias como sistemas sociais autopoiéticos: (im)possibilidades para a mudança social

Desenvolvimento Rural Interdisciplinar

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Cooperativas de crédito rural solidárias como sistemas sociais autopoiéticos: (im)possibilidades para a mudança social
 
Creator Martins, Marcia Eliana
Mafra, Rennan Lanna Martins
 
Subject Ciências Sociais Aplicadas; Cooperativismo
Cooperativas de crédito rural solidárias; sistemas sociais; autopoiese
 
Description Este artigo objetiva compreender o cooperativismo de crédito rural solidário como um sistema social autopoiético, a partir da perspectiva de Humberto Maturana, para quem sistemas autopoiéticos são aqueles capazes de se autoproduzirem, em um processo dinâmico de interação entre partes que o compõem e o meio em que estão. Neste processo, ocorrem mudanças que podem modificar o sistema e seus componentes ou mudanças que podem levá-lo a modificar-se de forma que sua identidade seja perdida. Partindo desse raciocínio, e considerando recentes alterações no sistema nacional que regulamenta as cooperativas de crédito rural solidárias, foi realizada uma pesquisa com agricultores associados à Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária do município de Tombos (MG) e suas seis unidades de atendimento. Como procedimentos metodológicos, foram desenvolvidas observações de momentos coletivos e entrevistas semiestruturadas, entre março e julho de 2015. Os resultados demonstram que as mudanças estruturais nestas cooperativas partem da interação de seus diretores com outras organizações, além do contato próximo destes com órgãos de regulação, os quais incentivam a padronização do cooperativismo de crédito rural solidário. Entretanto, tais mudanças contribuem para o obscurecimento da criatividade e diversidade características deste tipo de cooperativa, levando à diminuição de capacidade autopoiética de tais organizações.
 
Publisher Desenvolvimento Rural Interdisciplinar
 
Contributor CAPES
Universidade Federal de Viçosa, Programa de Pós-graduação em Extensão Rural.
 
Date 2018-12-10
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Artigo Avaliado pelos Pares
 
Format application/pdf
 
Identifier https://seer.ufrgs.br/revpgdr/article/view/82993
 
Source Desenvolvimento Rural Interdisciplinar; v. 1, n. 1 (2018): Desenvolvimento Rural Interdisciplinar; 38-74
2595-9387
2595-9387
 
Language por
 
Relation https://seer.ufrgs.br/revpgdr/article/view/82993/51314
https://seer.ufrgs.br/revpgdr/article/downloadSuppFile/82993/44734
/*ref*/BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN. Bancos comerciais. 2015a. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/pre/composicao/bc.asp>. Acesso em 13 out. 2015.
/*ref*/BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN. FAQ Cooperativas de crédito – Base normativa. 2015b. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/Pre/bc_atende/port/coop.asp#9>. Acesso em 28 set. 2015.
/*ref*/BITTENCOURT, Gilson Alceu. Cooperativas de Crédito solidário: Constituição e Funcionamento. 2 ed. Brasília: NEAD, ADS/CUT, CNDRS, MDA. 2001. p. 19-30.
/*ref*/BRASIL. (2015a). Resolução 4.434 de 05 de agosto de 2015. Dispõe sobre a constituição, a autorização para funcionamento, o funcionamento, as alterações estatutárias e o cancelamento de autorização para funcionamento das cooperativas de crédito e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 05 ago. 2015. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/pre/normativos/busca/downloadNormativo.asp?arquivo=/Lists/Normativos/Attachments/48507/Res_4434_v2_L.pdf>. Acesso em 24 maio 2016.
/*ref*/BÚRIGO, Fábio Luiz. Cooperativa de crédito rural: agente de desenvolvimento local ou banco comercial de pequeno porte? Chapecó: Argos, 2007.
/*ref*/BÚRIGO, Fábio Luiz. Finanças e solidariedade: uma análise do cooperativismo de crédito rural solidário no Brasil. 374 f. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006a.
/*ref*/BÚRIGO, Fábio Luiz. Finanças e solidariedade: o cooperativismo de crédito rural solidário no Brasil. Estud. soc. agric., Rio de Janeiro, v. 14. n.02, 2006b, p. 312-349.
/*ref*/CAZELLA, Ademir Antonio; BERRIET-SOLLIEC, Marielle. O Papel das Cooperativas de Crédito na Territorialização das Políticas de Apoio à Agricultura Familiar – O Caso do Movi-mento Cooperativo no Estado de Santa Catarina (SC). V Encontro de Pesquisadores Latino-americanos de Cooperativismo. 06-08 de agosto de 2008. Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.
/*ref*/CENTRAL CRESOL BASER. Institucional. 2015. Disponível em: <http://www.cresol.com.br/site/conteudo.php?id=2>. Acesso em: 14 jun. 2016.
/*ref*/FREITAS, Alair Ferreira de. A construção social do cooperativismo de crédito rural solidário na Zona da Mata Mineira. 169 f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural). Programa de Pós-graduação em Extensão Rural, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa/MG, 2011.
/*ref*/FREITAS, Alair Ferreira de; FREITAS, Alan Ferreira de. O cooperativismo de crédito no Brasil e a emergência de uma vertente solidária. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional. Taubaté, SP. v. 10, n. 2, mai-ago. 2014. p. 46-74.
/*ref*/FREITAS, Alair Ferreira de; FREITAS, Alan Ferreira de. Análise institucional de mudanças organizacionais em um sistema cooperativo de crédito solidário em Minas Gerais. Revista de Administração Pública. Rio de Janeiro 47(4): jul/ago. 2013. p. 999-1019.
/*ref*/GEERTZ, Clifford. Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da Cultura. In: GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. 13. reimpr. Rio de Janeiro: LTC, 2008.
/*ref*/GINZBURG, Carlo. Sinais. Raízes de um Paradigma Indiciário. In: GINZBURG, Carlo. Mi-tos, Emblemas, Sinais. Morfologia e História. 4. reimpr. Tradução: Federico Carotti. São Pau-lo: Companhia das Letras, 1989. p. 143-179.
/*ref*/JUNQUEIRA, Rodrigo Gravina Prates; ABRAMOVAY, Ricardo. A sustentabilidade das microfinanças solidárias. Revista de Administração, São Paulo, v.40, n.1, p.19-33, jan./fev./mar. 2005.
/*ref*/MAFRA, Rennan. Vestígios da dengue no anúncio e no jornal: dimensões acontecimentais e formas de experiência pública na (da) cidade. Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social: Universidade Federal de Minas Gerais, 2011. p. 96-111.
/*ref*/MARIOTI, Humberto. Autopoiese cultura e sociedade. 1999. Disponível em: <http://www.dbm.ufpb.br/~marques/Artigos/Autopoiese.pdf >. Acesso em 28 abr. 2016.
/*ref*/MARTINS, José de Souza. A chegada do estranho. São Paulo: Hucitec, 1993.
/*ref*/MATURANA, Humberto Romesín. Tudo é dito por um observador. Tradução de Nelson Vaz. In: MAGRO, Cristina; GRACIANO, Miriam; VAZ, Nelson (org.). A ontologia da realidade. 3.reimpr. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002, p. 53-66.
/*ref*/MATURANA, Humberto Romesín. Biologia da Linguagem: a epistemologia da realidade. Tradução de Cristina Magro. In: MAGRO, Cristina; GRACIANO, Miriam; VAZ, Nelson (org.). A ontologia da realidade. 3.reimpr. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002, p. 123-166.
/*ref*/MATURANA, Humberto Romesín. Biologia do Fenômeno Social. Tradução de Miriam Graciano. In: MAGRO, Cristina; GRACIANO, Miriam; VAZ, Nelson (org.). A ontologia da realidade. 3.reimpr. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002, p. 195-209.
/*ref*/MATURANA, Humberto Romesín. Seres humanos individuais e fenômenos sociais humanos. Tradução de Aurora Rabelo. In: MAGRO, Cristina; GRACIANO, Miriam; VAZ, Nelson (org.). A ontologia da realidade. 3.reimpr. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002, p. 187-193. MATURANA, Humberto Romesín; DÁVILA Y., Ximena Paz. CO-VERSANDO - Marco Eduardo Flores. (s/d). Disponível em: <http://blog.matriztica.cl/blog/co-versando/>. Acesso em 12 maio. 2016.
/*ref*/MONTILLA R., Leticia C; PERNÍA H., Nuvia; RODRÍGUEZ G., Rosiris C. El Cooperativismo: ¿Sistema Social, o, Sistema Humano? Revista de la Facultad de Ciencias Jurídicas y Políticas. n.6, 2010. p. 249-277. Disponível em: <http://servicio.bc.uc.edu.ve/derecho/revista/6-2010/art9.pdf>. Acesso em 08 jun. 2016.
/*ref*/MORAES, Maria Cândida. O social sob o ponto de vista autopoiético. 2002. 22p. Texto preliminar para estudo. Disponível em: <http://www.ub.edu/sentipensar/pdf/candida/o_social.pdf>. Acesso em 13 maio 2016.
/*ref*/MOREIRA, Marco Antonio. A epistemologia de Maturana. Ciência & Educação, v. 10, n. 3, p. 597-606, 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v10n3/20.pdf>. Acesso em 25 abr. 2016.
/*ref*/MORIN, Edgar. Para o pensamento complexo. In: MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 11. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008, p. 175-341.
/*ref*/MORIN, Edgar. A organização (do objeto ao sistema). In: MORIN, Edgar. O método. A natureza da natureza. 2.ed. Tradução de Maria Gabriela de Bragança. Portugal: Publicações Europa-América, 1977, p. 92-145.
/*ref*/PINHEIRO, Marcos Antonio Henriques. Cooperativas de crédito: história da evolução normativa no Brasil. 6. ed. Brasília: Banco Central do Brasil, 2008.
/*ref*/RIOS, Gilvando Sá Leitão. Cooperação, Cooperativismo coronelístico, Cooperativismo popular. Anais... I Encontro da Rede de Estudo Rurais “Uma proposta de Intercâmbio de Pesquisa”. Universidade Federal Fluminense, Niterói/RJ. 04-07 jul. 2006. Disponível em <http://www.redesrurais.org.br/encontros-rede/>. Acesso em 04 maio 2016.
/*ref*/SCHRÖDER, Mônica. Finanças, comunidades e inovações: organizações financeiras da agricultura familiar: o Sistema Cresol (1995-2003). 2005. [s.n.]. Tese (Doutorado em Ciências Econômicas) – Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas/SP, 2005. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000388996 >. Acesso em 23 abr. 2014.
/*ref*/SOARES, Marden Marques; MELO SOBRINHO, Abelardo Duarte de. Microfinanças: O Papel do Banco Central do Brasil e a Importância do Cooperativismo de Crédito. 2.ed.rev.ampl. Brasília: BCB, 2008. 202 p. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/htms/public/microcredito/livro_microfinan%E7as_internet.pdf>. Acesso em 23 set. 2014.
/*ref*/VIEIRA, Adriano J. H. Humberto Maturana e o espaço relacional da construção do conhecimento. Revista Humanitates. v. I, n. 2, nov. 2004. Disponível em: <http://www.humanitates.ucb.br/2/maturana.htm>. Acesso em 12 maio 2016.
 
Rights Direitos autorais 2018 Desenvolvimento Rural Interdisciplinar
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library