Ageism in Organizations: Issues for Discussion

Revista de Administração IMED

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Ageism in Organizations: Issues for Discussion
Ageismo nas Organizações: Questões para Debate
 
Creator da Silva, Romário Alves
Helal, Diogo Henrique
 
Subject Ageism; Aging; Labor Market; Prejudice
Ageismo; Envelhecimento; Mercado de Trabalho; Preconceito
 
Description The objective of the theoretical essay is to discuss the phenomenon of ageism in the organizational environment and its influences on the aging process. This is a relevant thematic due to the process of aging of the world population, and the negative representations of this process. The paper presents definitions about the aging process, assuming that it is singular and multifaceted. It also discusses the importance of labor and its identity, social and personal influences for the elderly people, as well as presents the phenomenon of ageism, a term used for any and all prejudice and discrimination that involves the age factor. It is concluded that there is a need to combat and modify the way the elderly people is seen in the organizational environment.
O objetivo do ensaio teórico é discutir o fenômeno ageismo no ambiente organizacional e suas influências no processo do envelhecimento. Trata-se de uma temática relevante, em função do processo de envelhecimento da população mundial e das representações negativas de tal processo. O artigo traz definições sobre o processo do envelhecimento, partindo do princípio que este é de cunho singular e multifacetado. Em seguida, discute a importância do trabalho e suas influências identitárias, sociais e pessoais para o sujeito idoso, assim como discute o fenômeno ageismo, termo utilizado para todo e qualquer preconceito e discriminação que envolva o fator idade. Conclui-se que existe a necessidade de combater e modificar o modo que o sujeito idoso é visto no ambiente organizacional.
 
Publisher Complexo de Ensino Superior Meridional S.A.
 
Contributor
Diogo Henrique Helal, Centro Universitário UNIFBV/WYDEN
 
Date 2019-06-30
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
text/html
 
Identifier https://seer.imed.edu.br/index.php/raimed/article/view/3167
10.18256/2237-7956.2019.v9i1.3167
 
Source Revista de Administração IMED; v. 9, n. 1 (2019): Janeiro-Junho; 187-197
2237-7956
10.18256/2237-7956.2019.v9i1
 
Language por
 
Relation https://seer.imed.edu.br/index.php/raimed/article/view/3167/2215
https://seer.imed.edu.br/index.php/raimed/article/view/3167/2217
/*ref*/Achenbaum, W. A. (2015). A history of ageism since 1969. Journal of the American Society on Aging, 39(3), 10-16.
/*ref*/Alves, C. M., & Alves, S. C. A. (2011). Aposentei e agora? Um estudo acerca dos aspectos psicossociais da aposentadoria na terceira idade. Revista Kaleidoscópio, 2, 01-16.
/*ref*/Athayde, M., Neves, N. Y., & Silva, E. S. (2004). Saúde mental e trabalho: um campo de estudo em construção. In M. Athayde et al. (Org.), Cenários do trabalho: subjetividade, movimento e enigma. Rio de Janeiro: DP & A.
/*ref*/Barros, A., & Muniz, T. S. (2014). O trabalhador idoso no mercado de trabalho do capitalismo contemporâneo. Ciências Humanas e Sociais, 2(1), 103-116.
/*ref*/Beauvoir, S. (1990). A velhice. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.
/*ref*/Bourry, E. C. M. S., & Oliveira, L. B. (2017). Transição de carreira após a demissão: uma pesquisa com trabalhadores na maturidade. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração, São Paulo.
/*ref*/Butler, R. N. (1969). Age-ism: another form of bigotry. The Gerontologist, 9(4), 243-246.
/*ref*/Butler, R. N. (1980). Ageism: a foreword. Journal of Social Issues, 36(2), 08-11.
/*ref*/Cepellos, V. M., & Tonelli, M. J. (2017). Envelhecimento profissional: percepções e práticas de gestão da idade. Revista Alcance, 24(1), 04-21.
/*ref*/Chonody, J. (2016). Positive and negative ageism: the role of benevolent and hostile sexism. Affilia: Journal of Women and Social Work, 31(2), 207-218.
/*ref*/Codo, W. (2006). Um diagnóstico do trabalho - em busca do prazer. In W. Codo (Org.). Por uma psicologia do trabalho: ensaios recolhidos. (75-97). São Paulo: Casa do Psicólogo.
/*ref*/Codo, W., Menezes, I. V., & Soratto, L. (2004). Saúde mental e trabalho. In J. C. Zanelli, J. E. Borges-Andrade, & A. V. B. Bastos (Orgs.), Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed.
/*ref*/Couto, M. C. P. P., Koller, S. H., Novo, R., & Soares, P. S. (2009). Avaliação de desempenho contra idosos no contexto brasileiro - ageismo. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 25(4), 509-518.
/*ref*/Dawalibi, N. W., Anacleto, G. M. C., Witter, C., Goulart, R. M. M., & Aquino, R. de C. de (2013). Envelhecimento e qualidade de vida: análise da produção científica da Scielo. Estudos de Psicologia, 30(3), 393-403.
/*ref*/Duarte, C. V., & Silva, L. L. M. (2009). Expectativas diante da aposentadoria: um estudo de acompanhamento em momento de transição. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 10(1), 45-54.
/*ref*/Fontaine, R. (2010). Psicologia do envelhecimento. Edições Loyola.
/*ref*/França, L. H. de F. P., Siqueira-Brito, A. da R., Valentini, F., Vasques-Menezes, I., & Torres, C. V. (2017). Ageismo no contexto organizacional: a percepção de trabalhadores brasileiros. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 20(6), 762-772.
/*ref*/Goldani, A. M. (2010). Desafios do “preconceito etário” no Brasil. Educação e Sociedade, 31(111), 411-434.
/*ref*/Gonçalves, R. P. (2010). Envelhecer bem: recriando o cotidiano. Rio de Janeiro: Aquariana.
/*ref*/Griffin, B., Loh, V., & Hesketh, B. (2013). Age, gender, and the retirement process. In M. Wang (Ed.). The Oxford handbook of retirement. New York: Oxford University Press.
/*ref*/Helal, D., Nobrega, C., & Lima, T. (2017). Reflexões sobre a aposentadoria: perspectivas e desafios para os trabalhadores e para a gestão de pessoas. Anais do Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Curitiba.
/*ref*/Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2018). Agência IBGE Notícias.
/*ref*/Jyrkinen, M. (2014). Women managers, careers and gendered ageism. Scandinavian Journal of Management, 30, 175-185.
/*ref*/Levy, S. R., & Macdonald, J. L. (2016). Progress on understanding ageism. Journal of Social Issues, 72(1), 05-25.
/*ref*/Lima, T. B., & Helal, D. H. (2013). Trabalho na terceira idade: uma revisão sistemática da literatura brasileira entre 2008 e 2012. Gestão e Sociedade, 7(18), 369-394.
/*ref*/Loth, G., & Silveira, N. (2014). Etarismo nas organizações: um estudo dos estereótipos em trabalhadores envelhecentes. Revista de Ciências da Administração, 16(39), 65-82.
/*ref*/Malinen, S., & Johnston, L. (2013). Workplace ageism: discovering hidden bias. Experimental Aging Research, 39, 445-465.
/*ref*/Mucida, A. (2009). Escrita de uma memória que não se apaga: envelhecimento e velhice. Belo Horizonte: Autêntica.
/*ref*/Nelson, T. (2011). Ageism: the strange case of prejudice against the older you. In R. Wiener, & S. Wilborn (Eds.). Disability and aging discrimination: perspectives in law and psychology. New York: Springer.
/*ref*/Vanzella, E., Lima Neto, E. de A., & Silva, C. C. (2011). A terceira idade e o mercado de trabalho. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 14(4), 97-100.
/*ref*/Paolini, K. S. (2016). Desafio da inclusão do idoso no mercado de trabalho. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, 14(2), 177-182.
/*ref*/Silva, R. A. (2016). O idoso enquanto sujeito desejante e autônomo. Centro Universitário do Vale do Ipojuca, Caruaru, PE, Brasil.
/*ref*/Siqueira-Brito, A. da R., França, L. H. F. P., & Valentini, F. (2016). Análise fatorial confirmatória da escala de ageismo no contexto organizacional. Avaliação Psicológica, 15(3), 337-345.
/*ref*/Torelly, I. W. O. (2008). A influência do trabalho na qualidade de vida do idoso e na sintomatologia depressiva. (Dissertação de mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.
/*ref*/Vergueiro, M., & Lima, M. (2010). O ageismo e os maus-tratos contra a pessoa idosa. Psychologica, 52(2), 185-208.
 
Rights Direitos autorais 2019 Romário Alves da Silva
http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library