Urban violence, insecurity and tourism in ‘city of the sun’ (natal, RN, Brazil)

Turismo y Sociedad

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Urban violence, insecurity and tourism in ‘city of the sun’ (natal, RN, Brazil)
Violência urbana, insegurança e turismo na ‘Cidade do sol’ (Natal/Rn/Brasil)
 
Creator Barros Feitoza, Betânia Maria
Costa, Jean Henrique
 
Subject Tourist activity;
Criminality;
Homicidal violence;
Safety
Natal/RN
Atividade turística;
criminalidade;
violência homicida;
segurança;
Natal/rn.
 
Description The theme of violence and its relation with touristic activity is the subject which this research has been elaborated on, whose main pillars were: to investigate if there is a relation among the areas of bigger incidence of homicide violence in Natal and the spaces of bigger touristic flow in the city. It was pursued, starting from secondary data to make statistically a comparative among the spaces where predominates the homicide violence in the capital and the spaces of touristic circulation. The analysis found quantitative subsidies in the data obtained mainly in the series Map of violence by Waiselfisz (2000, 2010 e 2014) and Hermes et al. (2015). It was also pursued to comprehend the feeling of security/insecurity felt by the visitors in the local touristic places, in order to capture a part of the dynamic of the urban violence marked by thefts and robberies, resulting, thus to a victimization research with tourists, accomplished by means of questionnaires. Also through interviews carried out with the representative of deatur/Natal (Police Station Specialized in Attending Tourists), it was aimed to listen to what the public power has to say regarding to the increasing violence in the city and in which ways, specifically towards the tourists, deatur has faced the problem. As conclusions of the study, the research pointed out that, in fact, the spaces intended for tourism do not coincide with those in which homicidal violence prevails, and that the city favors certain spaces that, aimed at tourism demand, are targets of investments and public policies whose objective is to equip them with infrastructure and public safety.
O tema da violência e sua relação com a atividade turística é o assunto sobre o qual se debruçou a presente pesquisa cujos principais eixos foram: investigar se existe uma relação entre as áreas de maior incidência da violência homicida em Natal e os espaços de maior fluxo de turistas na cidade. Buscou-se a partir de dados secundários fazer estatisticamente um comparativo entre os espaços em que predomina a violência homicida na capital e os espaços de circulação de turistas. A análise encontrou subsídio quantitativo nos dados obtidos principalmente através da série Mapa da violência, de Waiselfisz (2000, 2010 e 2014), e em Hermes, Alves e Brandão (2015). Buscou-se ainda compreender a sensação de segurança/insegurança percebida pelos visitantes nos espaços turísticos locais, de modo a captar uma parte da dinâmica da violência urbana marcada por furtos e roubos, procedendo assim a uma pesquisa de vitimização com turistas, realizada por meio de questionários. Também através de entrevista realizada junto ao representante da deatur/Natal (Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista), buscou-se ouvir o que o poder público tem a dizer a respeito da crescente violência na cidade e de que maneira especificamente no que diz respeito ao turista, a deatur tem enfrentado o problema. Como conclusões do estudo, a pesquisa pontuou que, de fato, os espaços pretensos ao turismo não coincidem com aqueles em que impera a violência homicida, e que a cidade privilegia determinados espaços que, voltados à demanda turística, são alvos de investimentos e políticas públicas cujo objetivo é dotá-los da infraestrutura e segurança pública.
 
Publisher Facultad de Administración de Empresas Turísticas y Hoteleras
 
Date 2019-06-10
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
 
Format application/pdf
text/html
application/xml
 
Identifier https://revistas.uexternado.edu.co/index.php/tursoc/article/view/5998
10.18601/01207555.n25.05
 
Source Turismo y Sociedad; Vol. 25 (2019): Julio-Diciembre; 93-112
Turismo y Sociedad; Vol 25 (2019): July-December; 93-112
Turismo y Sociedad; Vol. 25 (2019): Julio-Diciembre; 93-112
2346-206X
0120-7555
 
Language por
 
Relation /*ref*/Bem, K., Guardiã, M. y Sarmento, K. (2010). A percepção do turista quanto à violência na cidade de Natal. Caderno Virtual de Turismo, 10(1), 15-23.
/*ref*/Brandão, T. S. e Costa, J. H. (2015). Um olhar sobre a violência homicida em Mossoró/rn/Brasile sua relação com o turismo de eventos. turydes, Turismo y Desarrollo Local, 8(18).
/*ref*/Brás, M. e Rodrigues, V. (2010). Turismo e crime: efeitos da criminalidade na procura turística. Encontros Científicos [online], 6, 59-68.
/*ref*/Catai, H. e Rejowski, M. (2005). Criminalidade e turismo em São Paulo, Brasil: a violência registrada junto aos turistas estrangeiros. Turismo em Análise, 16(2), 244-256. DOI: 10.11606/issn. 1984-4867.v16i2p244-256
/*ref*/_____. (2004). Violência e turismo na imprensa brasileira – matérias da Folha de S. Paulo (1990 a 2000). Em Universidade de Caxias do Sul (ed.), Anais do ii Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul. Caxias do Sul: UCS. Disponível em https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/32-violencia-e-turismo.pdf
/*ref*/Catão, Y. (2008). Pesquisas de vitimização: notas metodológicas. Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, São Paulo. Disponível em http://nipp.ufsc.br/files/2016/07/anuario_ii_-_pesquisa_de_vitimizacao_-_notas_metodologicas1-1.pdf
/*ref*/Costa, J. H., Soares, A. K., Feitoza, B. M. e Câmara, H. M. (2016). Mapeamento das taxas de homicídios (2013-2014) na cidade do Natal/RN e suas interfaces com a atividade turística. International Journal of Safety and Security in Tourism/Hospitality, 15(1). Disponível em goo.gl/xy7uk7
/*ref*/Dreher, M. T. e Bornhofen, P. R. (2008). Desenvolvimento regional do turismo de eventos e segurança pública. Em Universidade de Caxias do Sul (ed.), Anais do v Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul. Caxias do Sul: UCS.
/*ref*/Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (4.a ed.) São Paulo: Atlas. Disponível em https://professores.faccat.br/moodle/pluginfile.php/13410/mod_resource/content/1/como_elaborar_projeto_de_pesquisa_-_antonio_carlos_gil.pdf
/*ref*/Hermes, I., Alves, C. e Brandão, T. (2015). Rastros de pólvora: metadados 2015. Natal, rn: Edição dos Autores. Disponível em https://issuu.com/iveniodiebhermes/docs/rastros_de_p__lvora__ed_de_lan__ame/1
/*ref*/Fala rn. (18 de dezembro, 2016). Natal rn soma 1.900 mortes; bairros da Zona Norte de Natal são os mais violentos. Disponível em http://falarn.com/rn-soma-1-900-mortes-bairros-da-zona-norte-de--natal-sao-os-mais-violentos/
/*ref*/Feitoza, B. M. (2017). Violência urbana e turismo na “Cidade do Sol”: um retrato pontual da segurança pública na cidade do Natal/rn e suas interfaces com a atividade turística. (Dissertação do mestrado). Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Mossoró, rn.
/*ref*/Observatorio da Violência Letal Intencional (obvio). (2016). Boletins 2016. Natal, rn: Instituto Marcos Dionísio.
/*ref*/Portal no Ar (25 de agosto, 2016). Taxa de homicídios quadruplica e RN lidera ranking de violência entre estados. Portal no Ar [online]. Disponível em http://portalnoar.com.br/taxa-de-homicidios--quadriplica-e-rn-lidera-ranking-de-violencia--entre-estados/
/*ref*/Ribeiro, M. F. (2012). Efeito da estrutura etária nas taxas de homicídios em regiões metropolitanas brasileiras (Natal – Recife – São Paulo). (Dissertação do mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. Disponível em http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16432
/*ref*/Santos, V. R. e Silva, J. T. M. (2006). A influência da violência e criminalidade na demanda turística na cidade do Rio de Janeiro. Em Universidade de Caxias do Sul (ed.), Anais do IV Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul. Caxias do Sul: UCS. Disponível em goo.gl/h8tG6n
/*ref*/Silva, L. B. da e Silva, F. C. da. (2016). Influência da segurança pública na motivação turística em destinos urbanos e de sol e praia: uma abordagem teórica. Fólio: Revista Científica Digital – Jornalismo, Publicidade e Turismo, 17(1), 83-94. DOI:10.15602/1981-3422/folio.v17n1p83-94
/*ref*/Waiselfisz, J. J. (2000). Mapa da violência II. Brasília: Unesco.
/*ref*/_____. (2010). Mapa da violência 2010: anatomia dos homicídios. Brasília: OEI.
/*ref*/_____. (2014). Mapa da violência: os jovens do Brasil. Brasília: Secretaria Geral da Presidência da República, Secretaria Nacional de Juventude, Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.
https://revistas.uexternado.edu.co/index.php/tursoc/article/view/5998/7731
https://revistas.uexternado.edu.co/index.php/tursoc/article/view/5998/7851
https://revistas.uexternado.edu.co/index.php/tursoc/article/view/5998/7986
 
Rights Derechos de autor 2019 Betânia Maria Barros Feitoza, Jean Henrique Costa
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library