É possível as Meditações procederem dedutivamente e, ao mesmo tempo, necessitarem da clareza e distinção como critério de verdade?

Modernos & Contemporâneos - International Journal of Philosophy

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title É possível as Meditações procederem dedutivamente e, ao mesmo tempo, necessitarem da clareza e distinção como critério de verdade?
 
Creator Battisti, César Augusto
 
Description O texto pretende discutir em que sentido as Meditações podem ser consideradasdedutivas ou não. Evidentemente, uma tomada de decisão quanto a isso depende do que se entendepor dedução e do que significa um argumento ser dedutivo. Contudo, independentemente dosentido que se dê a essa operação lógica, deve-se assumir que um procedimento dedutivo tem porcaracterística mínima conservar a verdade, de sorte que a conclusão é, necessariamente, verdadeiraem razão da verdade de outras proposições que a antecedem. Deduzir é extrair uma conclusãoverdadeira de outras proposições verdadeiras. Conhecemos, por outro lado, a crítica de Descartesfeita à lógica e à dedução lógica, bem como suas doutrinas da intuição (nas Regras) e da clareza edistinção (nas Meditações). Tudo parece indicar que seja difícil sustentar uma teoria da conservaçãoda verdade ao longo do processo meditativo e, ao mesmo tempo, ter a evidência como critério daverdade, caso em que haveria superposição de critérios, o da evidência e o da dedutibilidade. Averdade não se transmite, para Descartes, de uma proposição para outra, mas é obtida pelo modoclaro e distinto como é apreendida pelo meditador, seja ela expressa numa proposição ou numaligação entre proposições. Isso não parece poder ser caracterizado como dedutivo, ainda mais queDescartes, nas Meditações, se move por uma dinâmica de descoberta e não de prova. As Meditaçõesnão são uma obra escrita dedutivamente, se dedução significar encadeamento de verdades.
 
Publisher Cemodecon - IFCH
 
Contributor
 
Date 2018-09-09
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/modernoscontemporaneos/article/view/3258
 
Source Modernos & Contemporâneos - International Journal of Philosophy; v. 1, n. 2 (2017): Dossiê Descartes e sua correspondência
2595-1211
 
Language por
 
Relation https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/modernoscontemporaneos/article/view/3258/2413
 
Rights Direitos autorais 2018 Modernos & Contemporâneos
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library