ATIVIDADES DE CAMPO E STEAM: POSSÍVEIS INTERAÇÕES NA CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VISITA AO PARQUE MÃE BONIFÁCIA EM CUIABÁ-MT

REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title ATIVIDADES DE CAMPO E STEAM: POSSÍVEIS INTERAÇÕES NA CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO EM VISITA AO PARQUE MÃE BONIFÁCIA EM CUIABÁ-MT
 
Creator Lopes, Thiago Beirigo
Cangussu, Everton Soares
Hardoim, Edna Lopes
Guarim Neto, Germano
 
Subject Educação

 
Description Atualmente está sendo bastante utilizada, principalmente no Reino Unido, a metodologia de ensino STEAM, que é um acrônimo de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. Para utilizar essa metodologia ao ensinar, é preciso estabelecer inter-relações entre essas cinco áreas do conhecimento. Nesse sentido, o presente estudo é fruto das discussões realizadas e da atividade solicitadas pela disciplina Tendências e abordagens de pesquisas em ensino de Ciências e Matemática, que ocorreu em julho de 2017, ofertada pelo Programa de Doutorado em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM/REAMEC). Seu objetivo foi conjecturar possibilidades de problematizações STEAM na Atividade de Campo durante uma visita ao Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá-MT. Foram realizadas observações não estruturadas com intuito de identificar possibilidades didáticas, por meio de elementos, estruturas e lugares do referido parque. As possibilidades de problematizações encontradas foram as estruturas construídas no parque, sendo as cabanas de descanso, a estátua que faz referência à matriarca do parque e o mirante. Esta última já não existe mais devido a comprometimento em sua conjuntura estrutural, mas pode ser trabalhado devido registros em sites de notícias locais e nacionais. Logo, o estudo mostrou ser possível utilizar a metodologia STEAM para favorecer a construção de conhecimentos de forma inter-relacionada.
 
Publisher Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
 
Contributor Atividades de Campo
STEAM
Construção de conhecimento
 
Date 2017-12-01
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5739
10.26571/2318-6674.a2017.v5.n2.p304-323.i5739
 
Source Revista REAMEC; v. 5, n. 2 (2017): Julho a Dezembro de 2017; 304-323
2318-6674
 
Language por
 
Relation http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5739/pdf
/*ref*/ALENCASTRO, Aníbal. Cuyabá: histórias, crônicas e lendas. São Paulo: Yangraf, 2003.
/*ref*/BRASIL. Portal da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Portal do Ministério de Educação e Cultura, 2016. Disponível em: <http://redefederal.mec.gov.br/historico>. Acesso em: 24 julho 2017.
/*ref*/CARBONELL, Jaume. A aventura de inovar: a mudança na escola. Porto Alegre: Artmed, 2002.
/*ref*/CIRCUITO MATO GROSSO. Mirante do Parque Mãe Bonifácia é removido pela SEMA. Circuito Mato Grosso, 2015. Disponível em: <http://circuitomt.com.br/editorias/cidades/78932-mirante-do-parque-mae-bonifacia-e-removido-pela-sema.html>. Acesso em: 26 jul 2017.
/*ref*/DENNETT, Daniel C. A perigosa idéia de Darwin: a evolução e os significados da vida. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.
/*ref*/FERNANDES, José Artur Barroso. Você vê essa adaptação? A aula de campo em ciências entre o retórico e o empírico. 2007. 326 f. São Paulo: Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-14062007-165841/publico/TeseJoseArturBarroso.pdf>. Acesso em: 09 jul. 2017.
/*ref*/KAMII, Constance. A criança e o número: Implicações educacionais da teoria de Piaget para a atuação com escolares de 4 a 6 anos. Tradução de Regina A. de Assis. 39ª. ed. Campinas: Papirus, 2012.
/*ref*/KRASILCHIK, Myrian. Prática de Ensino de Biologia. 4ª. ed. São Paulo: EDUSP, 2004.
/*ref*/LIBÂNEO, José Carlos. Didática. 2ª. ed. São Paulo: Cortez, 2013.
/*ref*/LORENZIN, Mariana Peão. Choices USP. Sistemas de Atividade e STEAM: possíveis diálogos na construção de um currículo globalizador para o Ensino Médio, 2016. Disponível em: <http://sites.usp.br/choices/sistemas-de-atividade-e-steam-possiveis-dialogos-na-construcao-de-um-curriculo-globalizador-para-o-ensino-medio>. Acesso em: 24 julho 2017.
/*ref*/MARTINS, Eledir da Cruz; ROMANCINI, Sônia Regina. Natureza na cidade. In: ENCONTRO DE GEÓGRAFOS DA AMÉRICA LATINA, 10, São Paulo, 2005. Anais... São Paulo: USP, 2005. p. 8797-8815. Disponível em: <http://www.observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal10/Procesosambientales/Proteccioncivil/01.pdf> . Acesso em: 24 jul 2017.
/*ref*/MATO GROSSO. SEMA retira mirante do Parque Mãe Bonifácia. Governo de Mato Grosso, 2015. Disponível em: <http://www.mt.gov.br/-/sema-retira-mirante-do-parque-mae-bonifacia>. Acesso em: 25 jul 2017.
/*ref*/PARK, Namje; KO, Yeonghae. Computer Education’s Teaching-Learning Methods Using Educational Programming Language Based on STEAM Education. In: IFIP INTERNATIONAL CONFERENCE ON NETWORK AND PARALLEL COMPUTING, 9, Gwangju/Korea, 2012. Anais... Gwangju/Korea: NPC 2012, 2012. p. 320-327. Disponível em: <https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-642-35606-3_38> . Acesso em: 23 julho 2017.
/*ref*/VIVEIRO, Alessandra Aparecida; DINIZ, Renato Eugênio da Silva. As atividades de campo no ensino de ciências: reflexões a partir das perspectivas de um grupo de professores. In: NARDI, Roberto (Org.). Ensino de ciências e matemática, I: temas sobre a formação de professores [online]. São Paulo: Editora UNESP e Cultura Acadêmica, 2009a. Cap. 2, p. 27-42. Disponível em: <http://static.scielo.org/scielobooks/g5q2h/pdf/nardi-9788579830044.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2017.
/*ref*/VIVEIRO, Alessandra Aparecida; DINIZ, Renato Eugênio da Silva. Atividades de campo no ensino das ciências e na educação ambiental: refletindo sobre as potencialidades desta estratégia na prática escolar. Ciência em tela, v. 2, n. 1, p. 1-12, 2009b. Disponível em: <http://www.cienciaemtela.nutes.ufrj.br/artigos/0109viveiro.pdf>. Acesso em: 09 jul. 2017.
/*ref*/WATSON, Andrew D.; WATSON, Gregory H. Transitioning STEM to STEAM: Reformation of Engineering Education. Journal for Quality and Participation, v. 36, p. 1-4, 2013. Disponível em: <http://asq.org/quality-participation/2013/10/bonus-article-transitioning-stem-to-steam-reformation-of-engineering-education.pdf>. Acesso em: 23 julho 2017.
/*ref*/YAKMAN, Georgette. STEAM education. In: RESEARCH ON TECHNOLOGY, INNOVATION, DESIGN & ENGINEERING TEACHING, 19, Salt Lake City/Utah/USA, 2008. Anais... Salt Lake City/Utah/USA: Pupils' Attitudes Towards Technology - PATT, 2008. p. 1-28. Disponível em: <https://www.academia.edu/8113795/STEAM_Education_an_overview_of_creating_a_model_of_integrative_education> . Acesso em: 23 julho 2017.
 
Rights Direitos autorais 2017 Revista REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática
http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library