O BRAILLE FÁCIL EM MATEMÁTICA NO ENSINO SUPERIOR: UMA EXPERIÊNCIA COM UM ALUNO CEGO NA PERSPECTIVA DE PROMOÇÃO DE AUTONOMIA

REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title O BRAILLE FÁCIL EM MATEMÁTICA NO ENSINO SUPERIOR: UMA EXPERIÊNCIA COM UM ALUNO CEGO NA PERSPECTIVA DE PROMOÇÃO DE AUTONOMIA
 
Creator Santos, Felipe Moraes dos
Moraes, Marcos Evandro Lisboa de
Sales, Elielson Ribeiro de
 
Subject
Braille; Softwares; Matemática
 
Description O presente artigo refere-se ao acesso de informações no âmbito da matemática de nível superior. O objetivo é que esses estudantes façam uso de softwares que atendam suas necessidades com certa autonomia e propõe a utilização destes, tanto por alunos quanto por professores que tenham a necessidade de preparar materiais específicos para pessoas com deficiência visual. A metodologia adotada foi a pesquisa de campo, a partir do estudo de caso. As técnicas utilizadas foram entrevista semiestruturada e o uso de exercícios com a utilização do software Braille Fácil. A pesquisa teve como participante um aluno deficiente visual graduando em Matemática e concluiu-se que o software citado possibilita certa autonomia a uma pessoa com deficiência visual, além de ser acessível a pessoas que não dominem completamente a simbologia Braille.
 
Publisher Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
 
Contributor
 
Date 2017-08-10
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5448
10.26571/2318-6674.a2017.v5.n1.p164-176.i5448
 
Source REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática; v. 5, n. 1 (2017): Janeiro a Junho de 2017; 164-176
2318-6674
 
Language por
 
Relation http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/5448/3587
/*ref*/ABNT NBR 9050: 2015. Disponível em: <www.pessoacomdeficiencia.gov.br>. Acesso 20 Mar.2016. ALMEIDA, Edvaldo. O método braille e sua história. Disponível em: <http://insoniahj. blogspot.com.br/2010/07/o-metodo-braile-e-sua-historia.html> . Acesso em 27.Out.2013. BRASIL, Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei N° 13.146, de 06 de Julho de 2015. Estatuto da Pessoa com Deficiência. Brasília. Casa Civil. Subchefia para assuntos Jurídicos. 2015. ______. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Secretaria de Educação Especial (SEESP). Normas técnicas para a produção de textos em Braille. Brasília: MEC; SEESP, 2002. ______. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Secretaria de Educação Especial (SEESP). Código Matemático Unificado para a Língua Portuguesa. Elaboração Cerqueira, Jonir Bechara...[et al.]. Brasília: MEC; SEESP, 2006. GUIDORIZZI. Hamilton Luís. Um curso de cálculo. Rio de Janeiro: LTC, 2001. INSTITUTO BENJAMIM CONSTANT - IBC. Programa Braille Fácil. Manual do Braille Fácil 3.1. 2009. Disponível em < http://intervox.nce.ufrj.br/brfacil/>. Acesso em 13.11.2013. MANZINI, E. J. A entrevista na pesquisa social. São Paulo: Didática, 1990/1991. O que é um leitor de tela. Disponível em: <www.fundacaobradesco.org.br/vv-apostilas/ leitor.htm>. Acesso 20 Mar. 2016. SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão. Construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 1991. YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.
 
Rights Direitos autorais 2017 REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library