PLANEJAMENTO DE ESPAÇOS VERDES PARA MINIMIZAÇÃO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL DAS ÁGUAS PLUVIAIS

Revista LABVERDE

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title PLANEJAMENTO DE ESPAÇOS VERDES PARA MINIMIZAÇÃO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL DAS ÁGUAS PLUVIAIS
GREEN SPACES PLANNING FOR REDUCTION OF SURFACE RAINWATER DRAINAGE
 
Creator Locatelli, Marcela Minatel
Sanches, Patrícia Mara
Polizel, Jefferson Lordello
Silva Filho, Demóstenes Ferreira da
 
Subject Arborização urbana; Sensoriamento remoto; Planejamento Urbano; Índice de vegetação; Escoamento superficial
Urban Forestation; Remote Sensing; Urban Planning; Vegetation Index; Surface Drainage
 
Description Dentre os diversos serviços ambientais fornecidos pelas áreas verdes urbanas, podemos destacar o aumento da permeabilidade do solo e interceptação da água da chuva, principalmente pelas copas das árvores. Dessa forma, reduzem a quantidade e a velocidade do escoamento superficial da água da chuva, e, consequentemente os riscos de alagamentos e a sobrecarga nos sistemas de drenagem. Este trabalho teve por objetivo a identificação de áreas prioritárias para implantação de espaços verdes na cidade de São Paulo, visando a diminuição do escoamento superficial das águas pluviais e minimização das enchentes a jusante. As condicionantes que auxiliaram nesta priorização foram a quantidade de vegetação, expressa pelo mapa de TVI (Transformed Vegetation Index), e a topografia, processadas em ambiente SIG (Sistemas de Informações Geográficas). Os dados obtidos foram sintetizados em um mapa que aponta as áreas prioritárias para arborização urbana. Os resultados mostram duas grandes manchas formadas por áreas prioritárias para arborização urbana, concentradas nas regiões centro-norte e centro-sul da área de estudo. Essas manchas devem receber maior atenção quanto à implementação de espaços verdes, principalmente através da arborização viária. Esses espaços verdes poderão conectar grandes fragmentos de vegetação da cidade.
Among several environmental services provided by urban green areas, it can be highlighted the increase of soil permeability and interception of rainwater, mainly through the treetops. Therefore, it is reduced the quantity and speed of surface rainwater drainage, and, consequently, the risks of flooding and drainage systems overloading. The objective of this study is to identify priority areas for the implantation of green spaces in São Paulo City, aiming to reduce the surface rainwater drainage and minimize flooding downstream. The conditions that supported this prioritization were the amount of vegetation, expressed by the TVI (Transformed Vegetation Index) map and the topography, processed in a Geographic Information Systems (GIS) environment. The obtained data were summarized in a map that indicates the priority areas for urban afforestation. The results show two large spots formed by priority areas for urban afforestation, concentrated in the north-central and south-central regions of the focused area. These spots should receive special attention regarding the implementation of green spaces, mainly through the road afforestation. These green spaces may connect large fragments of vegetation in the city.
 
Publisher Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
 
Contributor Fundação Capes e Fundação DigitalGlobe

 
Date 2017-09-11
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion


 
Format application/pdf
 
Identifier http://www.revistas.usp.br/revistalabverde/article/view/132763
10.11606/issn.2179-2275.v8i2p75-89
 
Source Revista LABVERDE; v. 8, n. 2 (2017): CENÁRIOS VERDES PARA SÃO PAULO; 75-89
2179-2275
 
Language por
 
Relation http://www.revistas.usp.br/revistalabverde/article/view/132763/133431
/*ref*/ALVES, P.L. Capacidade de interceptação pelas árvores e suas influências no escoamento superficial urbano. 2015. 100p.Tese (Doutorado). Universidade Federal de Goiás, Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais. 2015
/*ref*/BARGOS, D. C.; MATIAS, L. F. Mapeamento e análise de áreas verdes urbanas em Paulínia (SP): estudo com a aplicação de geotecnologias. Soc. & Nat., Uberlândia, ano 24 n. 1, 143-156, 2012.
/*ref*/Brasil. Presidência da República. Parcelamento do solo urbano. Lei 6.766/79. Brasília, DF: Série Documentos Sociais, 1980.
/*ref*/COSTA, J. A. Uso de imagens de alta resolução para definição de corredores verdes na cidade de São Paulo. 2010. 114p. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2010.
/*ref*/DUARTE, D. H. S; SERRA, G. G. Padrões de ocupação do solo e microclimas urbanos na região de clima tropical continental brasileira: correlações e proposta de um indicador. Ambiente Construído, v. 3, n. 2, p. 7-20, 2003.
/*ref*/FORMAN, R.T.T., GORDON, M. Landscape Ecology. John Wiley & Sons, New York. 1986.
/*ref*/HIJIOKA, Akemi. et. Al. Espaços livres e espacialidades da esfera pública: Uma proposição conceitual para o estudo de sistemas de espaços livres urbanos no país. Paisagem Ambiente: ensaios. n. 23, São Paulo, 2007, p. 116 – 123.
/*ref*/IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2010. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=355030. Acesso em: 06. set. 2016.
/*ref*/JACOBI, P. Cidade e meio ambiente: percepções e práticas em São Paulo. 2a ed., Annablume, 2006, 206p.
/*ref*/JESUS, S. C., BRAGA, R. Análise espacial das áreas verdes urbanas da Estância de Águas de São Pedro – SP. Revista Caminhos de Geografia, v. 18, n. 16, p. 207-224, 2005. ISSN 1678-6343.
/*ref*/MAGALHÃES. Análise dos espaços verdes remanescentes na mancha urbana conurbada de Belo Horizonte - MG apoiada por métricas de paisagem. 2013. 163p. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2013.
/*ref*/OLIVEIRA, C. H. Planejamento ambiental na Cidade de São Carlos (SP) com ênfase nas áreas públicas e áreas verdes: diagnóstico e propostas. 1996. 181p. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos. 1996.
/*ref*/SANCHES, P.M. De áreas degradadas a espaços vegetados. São Paulo: Ed. Senac, 2014.
/*ref*/SILVA FILHO, D. F. Aplicação de videogeografia aérea multiespectral na avaliação de floresta urbana. 2004. 88p. Tese (Doutorado em Agronomia) - Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Jaboticabal. 2004.
/*ref*/SILVA, L.F.; LIMA, A.M.L.P; SILVA FILHO, D.F.; COUTO, H.T.Z. Capacidade de interceptação pelas árvores e suas influências no escoamento superficial urbano. REVSBAU, Piracicaba – SP, v.4, n.3, p.32 – 48, 2009.
/*ref*/TORRES, E. M. Metodologia para macroplanejamento de áreas verdes urbanas. 2003. 68p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal), Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
 
Rights Direitos autorais 2017 Revista LABVERDE
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library