Alterações fisiológicas e metabólicas em indivíduo com distrofia muscular de Duchenne durante tratamento fisioterapêutico: um estudo de caso

Fisioterapia em Movimento

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Alterações fisiológicas e metabólicas em indivíduo com distrofia muscular de Duchenne durante tratamento fisioterapêutico: um estudo de caso
 
Creator da Silva Gevaerd, Monique
Domenech, Susana Cristina
Borges Júnior, Noé Gomes
Higa, Daniela Fernanda
Lima-Silva, Adriano Eduardo
 
Description INTRODUÇÃO: A Distrofia Muscular de Duchenne (DMD) caracteriza-se por uma perda progressiva da força muscular. O tratamento fisioterapêutico tem fundamental importância na manutenção da qualidade de vida desses pacientes. Contudo, existe grande dificuldade em graduar o grau de cansaço e o limite de exigência da musculatura durante o tratamento. Adicionalmente, não existe na literatura descrição sobre alterações fisiológicas e metabólicas durante uma atividade de esforço nessa população específica. OBJETIVOS: O presente trabalho teve como objetivos avaliar as alterações fisiológicas e metabólicas em indivíduo com DMD durante um programa de fisioterapia, relacionando-as com a percepção subjetiva de esforço (PSE). METODOLOGIA: Este estudo foi realizado na Clínica de Prevenção e Reabilitação Física da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). O sujeito do estudo foi um paciente com DMD (sexo masculino, 17 anos). Foram coletados dados de concentrações plasmáticas de lactato e glicose, frequência cardíaca e frequência respiratória, pressão arterial e percepção de esforço segundo a escala de PSE CR10 de Borg. Os dados foram coletados aos 0, 15, 30 e 45 minutos de atendimento fisioterapêutico. A sessão de fisioterapia foi dividida em 3 etapas com atividade de intensidade e exigência muscular crescentes. Foram realizados 6 atendimentos. RESULTADOS: Os Fisioter Mov. 2010 jan/mar;23(1):93-103 ISSN 0103-5150 Fisioter. Mov., Curitiba, v. 23, n. 1, p. 93-103, jan./mar. 2010 Licenciado sob uma Licença Creative Commons 94 Gevaerd MS, Domenech SC, Borges Jr NG, Higa DF, Lima-Silva AE. Fisioter Mov. 2010 jan/mar;23(1):93-103 resultados demonstraram PSE crescente durante a sessão de fisioterapia. Foi verificada uma relação linear entre as variáveis metabólicas e a PSE. Já as variáveis fisiológicas não demonstraram relação proporcional com a PSE. CONCLUSÃO: Sugere-se que a PSE é uma forma simples de monitoramento do cansaço de pacientes com DMD, durante o tratamento fisioterapêutico.
 
Publisher Editora Universitária Champagnat - PUCPRESS
 
Contributor
 
Date 2017-09-06
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion


 
Format application/pdf
 
Identifier https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/20689
10.1590/S0103-51502010000100009
 
Source Fisioterapia em Movimento (Physical Therapy in Movement); v. 23, n. 1 (2010)
Fisioterapia em Movimento; v. 23, n. 1 (2010)
1980-5918
0103-5150
 
Language por
 
Relation https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/20689/19951
 
Rights Direitos autorais 2017 Fisioterapia em Movimento
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library