A FUNÇÃO SOCIAL DOS SMART CONTRACTS À LUZ DA TEORIA CONTRATUAL BRASILEIRA

Percurso

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title A FUNÇÃO SOCIAL DOS SMART CONTRACTS À LUZ DA TEORIA CONTRATUAL BRASILEIRA
 
Creator ZAMBÃO, LARA HELENA LUIZA
MORAES, RHARA NAKONECZNY
GIBRAN, SANDRO MANSUR
 
Subject smart contracts; Teoria Contratual; Função Social; contratos inteligentes.
 
Description A tecnologia insere-se com mais frequência no cotidiano jurídico, principalmente no âmbito privado, que se divide no direito contratual, proprietário e familiar. Em relação ao Direito Contratual nota-se que ele se desenvolveu de formas diferentes e atualmente o modelo dos smart contracts ganham uso e destaque da sociedade. É necessário frisar que esse tipo de contrato não deve ser confundido com o contrato virtual, que é um mero contrato realizado na forma remota online, ao passo que os Smart contracts são negócios jurídicos que se auto executam, respeitando sempre o que está delimitado na programação do contrato. Nesse contexto, a pesquisa possui como objetivo principal analisar se o Smart contracts seguem a mesma função social apresentada na teoria contratual tradicional. E como objetivos secundários demonstrar as aplicações desse tipo contratual, bem como, a fixação de cláusulas utilizadas pelo direito contratual tradicional. O estudo optou pela utilização do método dedutivo bibliográfico, considerando que a problemática deste trabalho é a investigação de um objeto recente, com poucos estudos e, desta forma, espera-se suscitar a problemática, a fim de constituir hipóteses a serem aprofundadas futuramente. Parte-se do pressuposto que para analisar a função social, é preciso verificar os efeitos dos contratos no ordenamento juridico. Assim, nota-se a efetiva garantia da cláusula do pacta sunt servanda, pois o contrato inteligente sempre será executado de forma automática e isso gera consequências positivas, afinal “o pacta sunt servanda imutável o que traz consequências boas à economia, como diminuição do fator-risco e queda das taxas de juros remuneratórios astronômicos” (KATANO, 2018, p. 4). Também se garante o pacta sunt servanda, pois ele dispensa totalmente a aplicação da a Teoria da Imprevisão, expressa na cláusula rebuc sic stantibus, visto que não há situações que possam alterar o curso do contrato, pois seu cumprimento é forçado.  Como conclusão parcial, referente à função social, tem-se que na Teoria Geral o contrato tinha intuito de regular um ato jurídico entre as partes, impondo normas para garantir o que foi delimitado. Observando o smart contracts nota-se que as partes não precisam zelar pelo cumprimento contratual, pois isso é feito de forma automática pelo sistema. Se esse sistema contratual utilizar a blockchain, e por ela verificar que ocorreu uma falha, ele automaticamente informará e procurará retificar o erro. O principal avanço, portanto, é a desnecessidade de regulação durante o cumprimento. Pois, em tese, o objeto contratual já se encontra regulado e fiscalizado pelo sistema. Deste modo, a função social desse contrato é desonerar a antiga visão contratual, no tocante à fiscalização preventiva do negócio jurídico entabulado.
 
Publisher International Journal of Professional Business Review
 
Contributor
 
Date 2021-09-14
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/percurso/article/view/5428
10.21902/RevPercurso.2316-7521.v1i39.5428
 
Source Percurso; v. 1, n. 39 (2021): ANAIS DO XI CONBRADEC 2021 vol. 1; 02 - 05
Brazilian Journal of Law and Environmental Management; v. 1, n. 39 (2021): ANAIS DO XI CONBRADEC 2021 vol. 1; 02 - 05
2316-7521
 
Language por
 
Relation http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/percurso/article/view/5428/371373382
 
Rights Direitos autorais 2021 Percurso
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library