Características geológicas e petrográficas da Pedra da Gávea e Pedra Bonita, Rio de Janeiro

Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Características geológicas e petrográficas da Pedra da Gávea e Pedra Bonita, Rio de Janeiro
 
Creator Garrido, Thais Cristina Vargas
 
Description Os saberes geológicos produzidos no meio acadêmico configuram um auxílio adicional à compreensão científica do ambiente natural. Este artigo objetiva apresentar as características litológicas e petrográficas dos afloramentos da Pedra da Gávea e Pedra Bonita no Rio de Janeiro. O método de trabalho consistiu da caracterização dos litotipos, descrição petrográfica, fotomicrografia e classificação das rochas. O granito é o corpo intrusivo de textura porfirítica na porção superior de ambas as pedras, tendo no topo a forma aplainada sub-horizontal (soleira) e a granulação muito grossa com megacristais de feldspato, enquanto o embasamento é constituído de biotita paragnaisse migmatítico, o ortognaisse bandado e o ortognaisse facoidal.Palavras chave: Granito, gnaisse, litologia, petrografia.
 
Publisher Unidade Acadêmica de Ciências Exatas e da Natureza/CFP/UFCG
 
Contributor
 
Date 2021-04-14
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier https://cfp.revistas.ufcg.edu.br/cfp/index.php/RPECEN/article/view/1690
10.29215/pecen.v5i0.1690
 
Source Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza; v. 5 (2021): Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza; e1690
2526-8236
10.29215/pecen.v5i0
 
Language por
 
Relation https://cfp.revistas.ufcg.edu.br/cfp/index.php/RPECEN/article/view/1690/pdf
/*ref*/Alkmim F.F. & Martins Neto M.A. (2001) A bacia intracratônica do São Francisco: Arcabouço estrutural e cenários evolutivos (p. 9–30). In: Pinto C.P. & Martins Neto M.A. (Eds). Bacia do São Francisco: Geologia e Recursos Naturais. Belo Horizonte: Sociedade Brasileira de Geologia. 349 p.
/*ref*/Almeida S. & Porto Junior R. (2012) Cantarias e pedreiras históricas do Rio de Janeiro: instrumentos potenciais de divulgação das Ciências Geológicas. Terrae Didatica, 8(1): 3–23.
/*ref*/Almeida F.F.M., Amaral G., Cordani U.G. & Kawashita K. (1973) The Precambrian evolution of the South America cratonic margin south of the Amazon River (p. 411–446). In: Nairn A.E.M. & Stehli F.G. (Eds). The ocean basins and margins. Volume 1. New York: Plenum Publishing. 583 p.
/*ref*/Amador E.S. (1992) Baía de Guanabara: Um balanço histórico (p. 201–258). In: Abreu M.A. (Org.). Natureza e Sociedade no Rio de Janeiro. Volume 1. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes, Departamento Geral de Documentação e Informação Cultural, Divisão de Editoração. 352 p.
/*ref*/Asmus H.E. & Ferrari A.L. (1978) Hipótese sobre a causa do tectonismo cenozoico na Região Sudeste do Brasil (p. 75–88). In: Aspectos estruturais da margem continental leste e sudeste do Brasil. Volume 4. Série Projeto REMAC. Rio de Janeiro: Petrobrás-CENPES/DINTEP. 88 p.
/*ref*/Backheuser E.A. (1925) Breve notícia sobre a geologia do Distrito Federal, Brasil, D. F. Estatística da cidade. Anuário 1923/1924, 5(1): 19–31.
/*ref*/Bicalho M.F. (2003) A cidade e o império: O Rio de Janeiro no século XVIII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 492 p.
/*ref*/Caldcleugh A. (1825) Travels in South America, during the Years, 1819–20–21: Containing an Account of the Present State of Brazil, Buenos Ayres, and Chile. Volume 2. London: Ed. John, Murray. 406 p.
/*ref*/Cavalcanti A.M.S. (1950) Tecnologia da Pedra. Monografia (Curso de Engenharia), Escola Nacional de Engenharia, Universidade do Brasil, Rio de Janeiro.
/*ref*/Cavalcanti N. (2004) O Rio de Janeiro setecentista. A vida e a construção da cidade da invasão francesa até a chegada da Corte. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar. 443 p.
/*ref*/Coelho Neto A.L. (1992) O geoecossistema da floresta da Tijuca (p. 104–142). In: Abreu M.A. (Org.). Natureza e Sociedade no Rio de Janeiro. Volume 1. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes, Departamento Geral de Documentação e Informação Cultural, Divisão de Editoração. 352 p.
/*ref*/Heilbron M. & Machado N. (2003) Timing of terrane accretion in the Neoproterozoic-Eopaleozoic Ribeira orogen (SE Brazil). Precambrian Research, 125(1–2): 87–112. https://doi.org/10.1016/S0301-9268(03)00082-2
/*ref*/Helmbold R., Valença J.G. & Leonardos Junior O.H. (1965) Mapa Geológico do Estado da Guanabara, 1: 50.000. Rio de Janeiro. MME/DNPM.
/*ref*/Lamego A.R. (1938) Escarpas do Rio de Janeiro. Volume 93. Rio de Janeiro: DNPM/SGM. 71 p.
/*ref*/Lamego A.R. (1948) A Folha do Rio de Janeiro. Boletim n° 126. Rio de Janeiro: DNPM/DGM. 30 p.
/*ref*/Lamego A.R. (1964) O homem e a Guanabara. Setores da Evolução Fluminense III. Publ. 5, Série A. 2° edição. Rio de Janeiro: IBGE/CNG. 415 p.
/*ref*/Mansur K.L., Carvalho I.S., Delphim C.F.M & Barroso E.V. (2008) Gnaisse Facoidal: A mais Carioca das Rochas. Anuário do Instituto de Geociências, 31: 9–22.
/*ref*/Menezes P.C.C. (2010) Natureza construída pelo homem (p. 31–33.). In: Menezes P.C.C., Vieira A.C.P. & Issa B. (Eds). Parque Nacional da Tijuca: uma floresta na metrópole. Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio. 164 p.
/*ref*/Motoki A. (1991) Granito da Pedra da Gávea, sheet sub-horizontal ou base de plutão? (p. 155–191). In: 2° Simp. Geol. Sudeste. São Paulo: SBG/SP-RJ.
/*ref*/Motoki A. & Vargas T. (2001) Geologic observation of natural and artificial recovery processes of brazilian tropical forest destroyed by debris flow and bauxite mining (p. 54-55). In: International Symposium on Application of Natural Materials for Environmental Geotechnology. Tokyo: Proceeding papers.
/*ref*/Motoki A., Giannis H.P., Sichel S.E., Cardoso C.E., Melo R.C., Soares R. & Motoki K.F. (2008) Origem dos relevos do maciço sienítico do Mendanha, RJ, com base nas análises geomorfológicas e sua relação com a hipótese do vulcão de Nova Iguaçu. Geociências, 27(1): 97–113.
/*ref*/Paes Leme A.B. (1912) Gnaisses do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Typ. Gonçalves. 38 p.
/*ref*/Paes Leme A.B. (1930) O Depoimento do Brasil na discussão da Theoria do Deslize dos Continentes segundo Wegener. Boletim do Museu Nacional, 5(4): 41–56. Paes Leme A.B. (1943) História física da Terra vista por quem a estudou no Brasil. Rio de Janeiro: F. Briguiet & Cia. 1020 p.
/*ref*/Penha H.M. (1984) Geologia do Maciço da Pedra Branca, Rio de Janeiro, RJ. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 56(3): 1–355.
/*ref*/Penha H.M. & Wiedemann M.C. (1984) Granitóides da região central do Rio de Janeiro (p. 5433–5455). In: Congresso Brasileiro de Geologia. Rio de Janeiro: SBG.
/*ref*/Pires F.R.M., Valença J.G. & Ribeiro A. (1982) Multistage generation of granite in Rio de Janeiro, Brazil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 54(3): 563–574.
/*ref*/Porto Junior R. (1993) Petrologia das rochas graníticas das serras da Pedra Branca e Misericórdia, Município do Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Geociências), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Geociências, Rio de Janeiro.
/*ref*/Porto Junior R. & Valente S.C. (1988) As rochas granitoides do norte da Serra da Pedra Branca e suas relações com as encaixantes gnaíssicas na região de Bangu, Rio de Janeiro, RJ (p. 1066–1079). Congresso Brasileiro de Geologia. Belém: SBG.
/*ref*/Rosier G.F. (1957) A geologia da Serra do Mar, entre os picos de Maria Comprida e do Desengano (Estado do Rio de Janeiro). Boletim DGM/DNPM, 166: 1–58.
/*ref*/Rosier G.F. (1965) Pesquisas Geológicas na parte oriental do Estado do Rio de Janeiro e na parte vizinha do Estado de Minas Gerais, Brasil. Boletim DGM/ DNPM, 222: 1–41 p.
/*ref*/Sawyer E.W. (2008) Working with migma¬tites: nomenclature for the constituent parts (p. 1–28). In: Sawyer E.W & Brown M. (Eds). Working with migma¬tites, Short Course Series. Quebec City, Canada: Mineral Association of Canada.
/*ref*/Silva L.C., Mcnaughton N.J., Hartmann L.A., Fletcher I.R. & Silva H.C. (2003) Zircon U-Pb SHRIMP dating of the Serra dos Órgãos and Rio de Janeiro granitic suites: implications for the 560 Ma) Brasiliano/Pan-African collage. Revista Brasileira de Geociências, 33(2): 237–244. https://doi.org/10.25249/0375-7536.2003332237244
/*ref*/Streckeisen A. (1973) To each plutonic rock its proper name. Earth-Science Reviews, 12: 1–33. https://doi.org/10.1016/0012-8252(76)90052-0
/*ref*/Valeriano C. (2006) A Odisséia do Pão de Açúcar - As rochas contam sua história. Projeto Caminhos Geológicos. DRM-RJ. Disponível: http://www.drm.rj.gov.br (Acessado 12/02/2021).
/*ref*/Vieira A.C. (2010) A montanha encantadora (p. 13–30). In: Menezes P.C.C., Vieira A.C.P. & Issa B. (Eds). Parque Nacional da Tijuca: uma floresta na metrópole. Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio. 164 p.
 
Rights Direitos autorais 2021 Autor e Revista mantêm os direitos da publicação
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library