GENOCÍDIO EPISTÊMICO E NOVAS POSSIBILIDADES: POR UMA PEDAGOGIA DECOLONIAL

Revista em Favor de Igualdade Racial

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title GENOCÍDIO EPISTÊMICO E NOVAS POSSIBILIDADES: POR UMA PEDAGOGIA DECOLONIAL
 
Creator Oliveira do Prado, Kelvin
 
Description O presente artigo objetiva fazer, por meio de revisão bibliográfica, uma análise e fomento da pedagogia decolonial, enfatizando o genocídio epistêmico no processo da conformação social a qual o Brasil está inserido. Nesse sentido, basear-se-á na urgência de uma adoção decolonial na prática pedagógica, de desestruturação de uma estrutura construída com base eurocêntrica. Isso posto, observa-se que essa necessidade é premente porque, enquanto país ao qual passou pela colonização, esse sistema colonizador não se dissipa rapidamente, muito pelo contrário, seu poder ideológico permanece estruturando a vida social, política, econômica, cultural, relações étnico-raciais e educação. Assim sendo, percebe a necessidade de objetivar mudanças em um arranjo que exclui sujeitos e comete um genocídio epistemológico, ao excluir também saberes, criando instrumentos para não abordar temáticas essenciais em sua conjuntura, como o racismo, o sexismo e as outras formas de opressão, temáticas que são caras para a execução de mudanças sociais. Portanto, a pedagogia decolonial é importante para os que se preocupam com inclusão, valorização e respeito cultural. No mais, a educação, enquanto campo de disputa, sobretudo em seus parâmetros currículos, precisa inserir e problematizar visões e saberes tidos como “prontos” e sem merecimento crítico. Nesse contexto, por meio de revisão bibliográfica, procura-se propostas de mudanças efetivas, partindo da pedagogia crítica de Paulo Freire e, desse modo, por autores inspirados por seu pensamento e que avaliaram formas de transformar o cenário educacional, com pluralismo e inclusão, tais como Bell Hooks, Peter McLaren, e outros autores contra-hegemônicos. Cabe, pois, trabalhar para que a desobediência epistêmica possa fazer parte das práticas sociais, como falam e fazem autores latino-americanos, como o sociológico Aníbal Quijano ou o professor Walter Mignolo, já que é um rompimento com estruturas baseadas no racismo e no patriarcalismo, mesmo sendo despercebido, às vezes.
 
PALAVRAS-CHAVE: Pedagogia. Decolonialismo. Epistemologia.
 
Publisher Universidade Federal do Acre
 
Date 2020-11-18
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
 
Format application/pdf
 
Identifier https://periodicos.ufac.br/index.php/RFIR/article/view/4121
 
Source Revista em Favor de Igualdade Racial; v. 3 n. 3 (2020): Experiências e escritos antirracistas; 106-121
2595-4911
 
Language por
 
Relation https://periodicos.ufac.br/index.php/RFIR/article/view/4121/2509
 
Rights Copyright (c) 2020 Revista em Favor de Igualdade Racial
https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library