Apontamentos de antropologia filosófica afrodiaspórica das Congadas no Brasil

Ítaca

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Apontamentos de antropologia filosófica afrodiaspórica das Congadas no Brasil
 
Creator Santos, Vanilda Honória dos
 
Subject Ciências Humanas; Filosofia; Antropologia Filosófica
Antropologia Filosófica; Afrodiáspora; Congadas; Ubuntu; Axé.
 
Description O presente texto objetiva apresentar as reflexões iniciais do projeto que visa tecer uma antropologia filosófica das Congadas no Brasil. Trata-se de um exercício de filosofia afrodiaspórica. O intuito é buscar responder à seguinte questão: Que filosofias alimentavam as memórias e histórias presentes nos rituais e na organização dos antepassados africanos ao reinventarem a humanidade de si mesmos após desmanche de suas unidades culturais com a escravização e a diáspora africana? A hipótese delineada é da existência de um humanismo afro-referenciado, fundamentado nas matrizes epistemológicas das filosofias Ubuntu e Axé, presentes na tradição oral das Congadas.
 
Publisher Universidade Federal do Rio de Janeiro
 
Contributor
 
Date 2020-06-18
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier https://revistas.ufrj.br/index.php/Itaca/article/view/31776
 
Source Ítaca; n. 36 (2020): Edição Especial - Filosofia Africana; 7 - 42
Ítaca; n. 36 (2020): Edição Especial - Filosofia Africana; 7 - 42
1679-6799
1519-9002
 
Language por
 
Relation https://revistas.ufrj.br/index.php/Itaca/article/view/31776/19605
/*ref*/Audiovisual
/*ref*/A história da Congada através dos instrumentos. TV Integração, 12 out 2019. https://globoplay.globo.com/v/7997793/?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar&fbclid=IwAR0U9EdFWmgot_umD9wONr1QIhSeA7EwmWu1gvt2fnblHpQNgE6N0yyEsPw. Acesso em 09/01/2020.
/*ref*/Instrumentos da Congada. BRASILEIRO, Jeremias. TV Paranaíba. Uberlândia, maio de 2017. Banco de dados em audiovisuais. Acervo Digital/Jeremias Brasileiro.
/*ref*/Reis de Contas, com abordagens sobre as Congadas no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Direção e Animação: Waltuir Alves. Produção; Franciele Diniz e Waltuir Alves. Cinegrafia: Raquel Tibery e Waltuir Alves. Realização: Projeto/Encantar. Uberlândia, 2007. Suporte em Mídia Digital e DVD vídeo, som, color, 53:20’ (NTSC). AcervoDigital/JeremiasBrasileiro. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=txZgkvhkqH0
/*ref*/Filosofia Africana. PONTES, Katiúscia Ribeiro. Africa e Diáspora: História e Cultura, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=EdYSCzpA8kg&t=336s. Acesso em: 08/01/2020.
/*ref*/Entrevistas
/*ref*/CAPITÃO BAETI. Cantorias Capitão Baeti, 2006. Acervo Digital/Jeremias Brasileiro.
/*ref*/CAPITÃO VALTER. In. BRASILEIRO, Jeremias. Manifestações Culturais Afro-brasileiras: o congado na sala de aula. In: Formação dos professores no Vale do Mucurí: história e cultura da África e Afro-brasileira. Goiânia: Editora Conceito, p. 121-130, 2012b.
/*ref*/DONA GESSY. In: BRASILEIRO, Jeremias. Ler Imagens – Contar Histórias: cronivivências de uma cidade em preto e branco. Uberlândia, Minas Gerais: Editora Subsolo, 2019.
/*ref*/IRÊNIO SILVA. In: BRASILEIRO, Jeremias. A Rebelião Cantante: quando a tática de enfrentamento desconstrói a disciplina institucionalizada. Revista Emblemas, v. 15, n. 1, 2018b.
/*ref*/Bibliografia
/*ref*/BRASIL. Decreto nº 847, de 11 de outubro de 1890 (Código Penal de 1890). Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-847-11-outubro-1890-503086-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 08/01/2020.
/*ref*/BRASILEIRO, Jeremias. Ler Imagens – Contar Histórias: cronivivências de uma cidade em preto e branco. Uberlândia, Minas Gerais: Editora Subsolo, 2019a.
/*ref*/_______. O poder da palavra na cultura afro-brasileira: cantorias nos rituais do Congado de Minas Gerais. 2019b. No prelo.
/*ref*/_______. Coexistência Cultural e Religiosa: um diálogo entre as congadas e o catolicismo popular. Revista Relicário do Museu de Arte Sacra da Diocese de Uberlândia, v. 5, n, 10, p. 35-51, jul/dez (2018a).
/*ref*/_______. A Rebelião Cantante: quando a tática de enfrentamento desconstrói a disciplina institucionalizada. Revista Emblemas, v. 15, n. 1, 2018b.
/*ref*/_______. Negro Forro Liberto Vigiado. Uberlândia: Editora Subsolo, 2018c.
/*ref*/_______. Manifestações Culturais Afro-brasileiras: o congado na sala de aula. In: Formação dos professores no Vale do Mucurí: história e cultura da África e Afro-brasileira. Goiânia: Editora Conceito, p. 121-130, 2012b.
/*ref*/_______. O ressoar dos tambores do congado – entre a tradição e a contemporaneidade: cotidiano, memórias, disputas (1955-2011). Dissertação (Mestrado em História). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012a, 193f.
/*ref*/_______. Congado: um fluxo contínuo de revitalização cultural. Uberlândia: Editora Aline, 2009.
/*ref*/_______. Palestra sobre Patrimônio Cultural Imaterial: Bastões. Oficina Cultural de Uberlândia, maio de 2008. Acervo Digital Jeremias Brasileiro.
/*ref*/_______. Congadas de Minas Gerais. Brasília: Fundação Cultural Palmares, 2001.
/*ref*/_______. Névoa Amarela e os Orisás. Uberlândia: Prefeitura Municipal, Biblioteca Pública Municipal, 1996.
/*ref*/CARNEIRO, Sueli Aparecida. A construção do Outro como Não-Ser como fundamento do Ser. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. 339p.
/*ref*/CASTIANO, José P. Referenciais da Filosofia Africana: em busca da intersubjetivação. Moçambique: Sociedade Editorial Nadjira ltda, 2010.
/*ref*/LUCAS, Glaura. Os sons do Rosário: o congado mineiro dos Arturos e Jatobá. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.
/*ref*/HAMPATÉ BÂ, A. A tradição viva. In: História Geral da África I: Metodologia e pré-história da África. Editado por Joseph Ki Zerbo, 2. Ed. Ver. – Brasília: UNESCO, 2010, p. 167-212.
/*ref*/HEGEL, Georg W. Filosofia da História. Tradução de Maria Rodrigues, Han Harden. Brasília: UnB, 1999.
/*ref*/MACHADO, Adilbênia. Filosofia Africana. In: Filosofia (as) sobre múltiplos olhares: Filosofia (as) para tempos presentes. Jeferson Luís de Azevedo, Joel Decothé Jr., William Costa. Criciúma, SC: UNESC, 2019, p. 99-115.
/*ref*/NGOENHA, Severino. Concepções Africanas do Ser Humano. In: Pensamento Engajado: ensaios sobre filosofia africana, educação e cultura política. Maputo: Editora EDUCAR, Universidade Pedagógica, 2011, p. 183-196.
/*ref*/NOGUERA, Renato. O ensino de filosofia e a Lei 10.639. Rio de Janeiro: Pallas: Biblioteca Nacional, 2014.
/*ref*/_______. Denigrindo a filosofia: o pensamento como coreografia de conceitos afroperspectivistas. Griot Revista de Filosofia, Amargosa, Bahia, v. 4, n. 2, p. 1-19, dezembro/2011.
/*ref*/_______. Ubuntu como modo de existir: Elementos gerais para uma ética aforperspectivista. Revista da ABPN, v. 3, n. 6, p. 147-150, Nov/2011 fev/2012.
/*ref*/OLIVEIRA, Eduardo de. Epistemologia da Ancestralidade. Disponível em: https://filosofia-africana.weebly.com/uploads/1/3/2/1/13213792/eduardo_oliveira_-_epistemologia_da_ancestralidade.pdf. Acesso em: 08/01/2020.
/*ref*/OLIVEIRA, Lorena Silva. A Filosofia Africana como projeto de futuro. In: Filosofia(s) sobre múltiplos olhares [recurso eletrônico]: filosofia(s) para tempos presentes. Jeferson Luís de Azeredo, Joel Decothé Jr., William Costa (Organizadores). Criciúma, SC: UNESC, 2019, p. 116-134.
/*ref*/OMOREGBE, Joseph. African Philosophy: yesterday and today. In: EZE, Emmanuel Chukwudi (Organizador). African Philosophy: an antohology. Oxford: Oxford: Blackwell, 1998.
/*ref*/PONTES, Katiúscia Ribeiro. Kemet, Escolas e Arcádeas: a importância da filosofia africana no combate ao racismo epistêmico e a lei 10.639. Dissertação (Mestrado em Filosofia). Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca – CEFET/RJ, Rio de Janeiro, 2017, 93f.
/*ref*/QUEIROZ, Ivo Pereira de. Genocídio do povo negro e bioética: uma questão antropológica. Problemata Rev. Intern. Fil. V. 10, n. 2, p. 195-211, 2019.
/*ref*/_______. Educar para o Axé: elementos para um modo de ser africano. In: Tecnologia e sociedade: (im)possibilidades. Gilson Leandro Queluy [et al]. Curitiba: Torre de Papel, 2003, p. 121-137.
/*ref*/RAMOSE, Mogobe. African Philosophy through Ubuntu. Harare: Mond Books, 1999a.
/*ref*/_______. A filosofia Ubuntu e Ubuntu como uma filosofia. African Philosophy through Ubuntu. Tradução para uso didático por Arnaldo Vasconcelos. Harare: Mond Books, 1999b, p. 49-66..
/*ref*/SANTOS, Juana Elbein dos. Os Nagôs e a morte: Pàde, Àsèsè e o Culto Egun na Bahia. Petrópolis: Editora Vozes, 1998.
/*ref*/SANTOS, Vanilda Honória dos. Uberlândia no roteiro da reparação histórica da escravidão: a Praça do Rosário como Lugar de Memória. V Seminário Internacional do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. “XX anos do Curso de Ciências Sociais UFU”, realizado na Universidade Federal de Uberlândia – Minas Gerais, de 21 a 24 de novembro de 2017.
/*ref*/SOUZA, Marina de Melo. Reis Negros no Brasil escravista: História da festa da coroação de Rei Congo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002, p. 65.
/*ref*/VAZ, Henrique Cláudio de Lima. Antropologia Filosófica I. 3ª ed. corrigida. São Paulo: Loyola, 1991.
 
Rights Direitos autorais 2020 Vanilda Honória dos Santos
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library