O palácio é a casa: distinção e burocracia

Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title O palácio é a casa: distinção e burocracia
Tha palace is home: distinction and bureaucracy
 
Creator Gobo, Karla
 
Subject Arquitetura. Palácio do Itamaraty. Burocracia.
Architecture; Itamaraty Palace; Bureaucracy
 
Description Longe de ser um aspecto arbitrário, ou produto da incorporação de elementos, técnicas, tendências e escolas incorporadas por profissionais de arquitetura, paisagismo e decoração, a edificação de casas, prédios ou instituições públicas buscam também evidenciar o habitus de seus agentes. Tendo em vista esta premissa, o objetivo deste trabalho é apresentar a relação entre o habitus diplomático e as sedes do Ministério das Relações Exteriores. Para tanto buscou-se compreender primeiro o que é e como se organiza essas disposições e como elas estão expressas nas duas edificações da diplomacia brasileira.Recebido em: agosto/2018.Aprovado em: fevereiro/2019.
Far from being an arbitrary aspect or product of the incorporation of elements, techniques, trends and schools incorporated by professionals of architecture, landscaping and decoration, the construction of public houses, buildings or institutions also seek to highlight the habitus of its agents. In view of this premise, the objective of this work is to present the relationship between the diplomatic habitus and the headquarters of the Ministry of Foreign Affairs. In order to do so, we sought to understand first what is and how these provisions are organized and how they are expressed in the two buildings of Brazilian diplomacy.
 
Publisher UFGD
 
Contributor

 
Date 2019-06-30
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
"Artigo Solicitado", "Avaliado por pares".
 
Format application/pdf
 
Identifier http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/moncoes/article/view/11541
10.30612/rmufgd.v8i15.11541
 
Source Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD; v. 8, n. 15 (2019): Dossiê Teoria das Relações Internacionais no Brasil; 597-620
2316-8323
 
Language por
 
Relation http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/moncoes/article/view/11541/5648
/*ref*/ALMEIDA, Frederico Normanha Ribeiro de. (2010), A nobreza togada: as elites jurídicas e a política da justiça no Brasil. Tese do doutorado. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. São Paulo, 329 p.
/*ref*/ALONSO, Angela. (2007), Perfis brasileiros: Joaquim Nabuco. São Paulo: Companhia das Letras. 354 p.
/*ref*/AMADO, André. (2013), Por dentro do Itamaraty: impressões de um diplomata. Brasília: Funag. 184 p.
/*ref*/AMARAL, Luis Gurgel. (1947), O meu velho Itamarati: (de amanuense a secretario de legação) 1905-1913. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional. 364 p.
/*ref*/AZAMBUJA, Marcos. (2011), Casa bem-assombrada: O Itamaraty antes da sua ida para Goiás. In: Revista Piauí. Edição 54.
/*ref*/BALBINO, Viviane Rios. (2011), Diplomata, substantivo comum de dois gêneros: um retrato da presença feminina no Itamaraty no início do século XXI. Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão. 212 p.
/*ref*/BARBOZA, Mário Gibson. (2002), Na diplomacia o traço todo da vida. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora. 528 p.
/*ref*/BARROSO, Gustavo. (1968), História do Palácio Itamaraty. Museu Histórico Diplomático do Itamaraty: Rio de Janeiro.
/*ref*/BOPP, Raul. (1968), Memórias de um Embaixador. Rio de Janeiro: Gráfica Record Editora.
/*ref*/BOURDIEU, Pierre. (1979), La distinction: critique sociale du jugement. Paris: Les Éditions de Minuit. 672 p.
/*ref*/______. (2005). Razões Práticas. Campinas: Papirus. 2005. p. 13 – 33. ______. (2009). O senso prático. Rio de Janeiro: Vozes
/*ref*/Brasil. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Secretaria de Orçamento Federal. Orçamentos da União exercício financeiro 2018: projeto de lei orçamentária. - Brasília, 2017. Disponível em: file:///C:/Users/User/Downloads/Volume%20I.pdf
/*ref*/CARVALHO, José Murilo. (2012), Os bestializados. São Paulo: Companhia das Letras. 196 p.
/*ref*/CHEIBUB, Zairo Borges. Diplomacia e Construção Institucional: O Itamaraty em Perspectiva Histórica. Dados, Rio de Janeiro, n 28, p. 113-131. 1985.
/*ref*/______. Diplomacia, Diplomatas e Política externa: Aspectos do processo de institucionalização do Itamaraty. Rio de Janeiro, Dissertação de Mestrado, Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro. 1984.
/*ref*/CORRÊA, Luiz Felipe de Seixas. (2012), O barão do Rio Branco no centenário de sua morte: memória, inspiração, legado. Cadernos do CHDD. Ano 11. Número especial.
/*ref*/CUNHA, Vasco Leitão. (1994), Diplomacia em Alto mar: depoimento ao CPDOC. Rio de Janeiro: Editora FGV.
/*ref*/ELIAS, Norbert. (2001), A sociedade de corte. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores. 2001.
/*ref*/FARIA, Carlos Aurélio Pimenta De. Opinião pública e política externa: insulamento, politização e reforma na produção da política exterior do Brasil. Revista Brasileira de Política Internacional, São Paulo, vol 51, n 2, 2008. p. 80-97.
/*ref*/FREYRE, Gilberto. (2010) Ordem e Progresso. Rio de Janeiro: Nova Aguilar Editores.
/*ref*/GOUVÊA, Fernando da Cruz. (1976), Oliveira Lima: Uma biografia. Recife: Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano.
/*ref*/GUERREIRO, Ramiro Saraiva. (1992), Lembranças de um empregado do Itamaraty. São Paulo: Siciliano.
/*ref*/______. (1985), Depoimento. Rio de Janeiro: CPDOC. 1985.
/*ref*/LAMPREIA, Luiz Felipe. (2010), O Brasil e os ventos do mundo. Rio de Janeiro: Objetiva.
/*ref*/LEQUESNE, Christian. (2017). Etnographie du Quai d’Orsay. Paris : CNRS Editions.
/*ref*/LIMA, Oliveira. (1937), Memórias: estas minhas reminiscências. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora.
/*ref*/LOUREIRO, Maria Rita; ABRUCIO, Fernando Luiz; PACHECO, Regina Silvia (orgs.). Burocracia e política no Brasil: desafios para a ordem democrática no século XXI. Rio de Janeiro: Editora FGV. 2010.
/*ref*/MENDES, Manuel. (1995), O Cerrado de Casaca. Brasília: Editora Thesaurus.
/*ref*/MOURA, Cristina Patriota. (2009), O Instituto Rio Branco e a Diplomacia Brasileira: um estudo de carreira e socialização. Rio de Janeiro: FGV.
/*ref*/MUNDORAMA. Filhos da democracia: A descolonização da diplomacia brasileira. 2015, Disponível em: http://www.mundorama.net/2015/02/24/filhos-da-democracia-os-diplomatas-brasileiros-na-nova-republica-1985-2010-por-rogerio-de-souza-farias-e-gessica-carmo/.
/*ref*/ORTIZ, Renato. (2006), A moderna tradição brasileira: Cultura Brasileira e Indústria Cultural. São Paulo: Brasiliense.
/*ref*/PALÁCIO ITARAMATY BRASÍLIA: Brasília, Rio de Janeiro. São Paulo: Banco Safra. 1993.
/*ref*/PEREIRA, João Francisco. (2008), Ramiro, empregado do Brasil. Revista Juca, ano 2.
/*ref*/ROSSETTI, Eduardo Pierrotti. (2009), Palácio do Itamaraty: questões de história, projeto e documentação (1959-70). Revista Arquitextos. Ano 09, mar.
/*ref*/SANTOS, Luís Cláudio Villafañe G. (2012), O Evangelho do Barão. São Paulo: UNESP.
/*ref*/SCARABÔTOLO, Hélio A. (1990), O Barão do Penedo: Diplomata do Império.
/*ref*/SCHUWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do Imperador: D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras. 2012.
/*ref*/TOMASS, Lea Maria. Diferença e igualdade entre os Estados: Uma etnografia da precedência nas relações diplomáticas. Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília. Brasília. 2001.
/*ref*/VASCONCELLOS, Mario de Barros e. (s/d) O Barão do Rio Branco. Biografia. Rio de Janeiro: Ministério das Relações Exteriores.
/*ref*/VIANA FILHO, Luís. (2008) A vida do Barão do Rio Branco. 8. Ed. – São Paulo: Editora UNESPE; Salvador, BA: EDUFBA.
/*ref*/VIEIRA, Marcos Vinicios de Araújo. (2011) José Guilherme Merquior: um diplomata de 900 anos. Revista Juca, ano 5.
 
Rights Direitos autorais 2019 KARLA GOBO
https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library