Importância pediátrica dos recém-nascidos com baixo peso ao nascer

Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Importância pediátrica dos recém-nascidos com baixo peso ao nascer
Pediatric importance of low birth weight newborns
 
Creator Frota, Maria Carolina Quinderé de Almeida
Oliveira, Jéssica Sousa de
Severiano, Ana Roberta Gomes
Carneiro, Ana Rita Sampaio
Dantas Terceiro, Antônio José de Miranda
Silva, Taíssa Braga da
Carneiro, José Klauber Roger
Oliveira, Maria Auxiliadora Silva
 
Subject
recém-nascido de baixo peso; peso ao nascer; fatores de risco; resultado da gravidez; cuidado pré-natal; nível de saúde
recém-nascido de baixo peso; peso ao nascer; fatores de risco; resultado da gravidez; cuidado pré-natal; nível de saúde.

infant, low birth weight; birth weight; risk factors; pregnancy outcome; prenatal care; health status

 
Description Objetivos: O peso ao nascer é um parâmetro usado em todo o mundo para avaliar as condições de saúde do recémnascido. Com isso, o estudo objetivou analisar a associação entre o peso ao nascer e as variáveis maternas e obstétricas em um hospital do interior do estado do Ceará, Brasil. Metodologia: Foi realizado um estudo quantitativo e retrospectivo utilizando dados secundários a partir de prontuários de parturientes atendidas em um hospital e maternidade da cidade de Sobral, Ceará. Os dados analisados foram de 2015. A pesquisa foi submetida e aprovada pelo Comitê de Ética da Universidade Estadual Vale do Acaraú. Resultados: No ano de 2015 foram preenchidas 1.101 declarações de nascidos vivos residentes em Sobral, Ceará, sendo todas válidas como objeto de estudo. O peso de nascimento variou em torno de 2.500 g, sendo considerado baixo peso ao nascer (BPN) os resultados menores do que a média. A porcentagem de neonatos com BPN no período estudado foi de 27,2%. Conclusão: Considerando o BPN um parâmetro perigoso e problemático no cenário atual, é importante que haja fortalecimento dos cuidados pré-natais e perinatais para prevenir e intervir, de forma eficaz, em resultados desfavoráveis para mãe e filho.
Objectives: Birth weight is a parameter used throughout the world to evaluate the health status of the newborn. Thus, the study aimed to analyze the association between birth weight and maternal and obstetric variables in a hospital in the countryside of the state of Ceará, Brazil. Methodology: A quantitative and retrospective study was carried out using secondary data from medical records of parturients attended at a maternity hospital in the city of Sobral, State of Ceará. The data analyzed were dated in 2015. The research was submitted and approved by the Ethics Committee of Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Results: In 2015, 1,101 declarations of live births resident in Sobral, state of Ceará, were filled out, all of which are valid as object of study. Birth weight ranged between 2,500g and results lower than the average were considered low weight (LBW). The percentage of neonates with LBW in the period studied was 27.2%. Conclusion: Considering LBW a dangerous and problematic parameter in the current scenario, it is important that pre- and perinatal care be strengthened to effectively prevent and intervene in unfavorable outcomes for mother and child.
 
Publisher Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
 
Contributor

 
Date 2019-12-09
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

Avaliado pelos pares
 
Format application/pdf
 
Identifier http://revistas.pucsp.br/RFCMS/article/view/35830
10.23925/1984-4840.2019v21i3a6
 
Source Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba; v. 21, n. 3 (2019); 125-129
1984-4840
1517-8242
 
Language por
 
Relation http://revistas.pucsp.br/RFCMS/article/view/35830/pdf
http://revistas.pucsp.br/RFCMS/article/downloadSuppFile/35830/4946
/*ref*/Viana KJ, Taddei JAAC, Cocetti M, Warkentin S. Peso ao nascer das crianças brasileiras menores de dois anos. Cad Saúde Pública. 2013;29(2):349-56. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000200021
/*ref*/Tourinho AB, Reis LBSM. Peso ao nascer: uma abordagem nutricional. Com Ciências Saúde. 2013;22(4):19-30.
/*ref*/Santos SP, Oliveira LMB. Baixo peso ao nascer e sua relação com obesidade e síndrome metabólica na infância e adolescência. Rev Ciên Méd Biol. 2011;10(3):329-36. doi: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v10i3.5898
/*ref*/Menezes LO, Pinheiro RT, Quevedo LA, Oliveira SS, Silva RA, Pinheiro KAT, et al. O impacto do baixo peso ao nascer relacionado à depressão gestacional para o financiamento federal da saúde pública: uma análise do município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Cad Saúde Pública. 2012;28(10):1939-48. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012001000012
/*ref*/Maia RRP, Souza JMP. Fatores associados ao baixo peso ao nascer em município do norte do Brasil. Rev Bras Cresc Desenv Hum. 2010;20(3):735-44. doi:https://doi.org/10.7322/jhgd.19981
/*ref*/Araújo LMCRS. Factores associados com o baixo peso ao nascer [dissertação]. Viseu: Instituto Politécnico de Viseu; 2013.
/*ref*/Santos DCC, Campos D, Gonçalves VMG, Mello BBA, Campos TM, Gagliardo HGRG. Influência do baixo peso ao nascer sobre o desempenho motor de lactentes a termo no primeiro semestre de vida. Rev Bras Fisioter. 2004;8(3):261-6.
/*ref*/Coutinho E, Araújo L, Pereira C, Duarte J, Nelas P, Chaves C. Fatores associados ao baixo peso ao nascer. INFAD Rev Psicol. 2016;1(2):431-40. doi: http://dx.doi.org/10.17060/ijodaep.2016.n2.v1.229
/*ref*/Capelli JCS, Pontes JS, Pereira SEA, Silva AAM, Carmo CN, Boccolini CS, et al. Peso ao nascer e fatores associados ao período pré-natal: um estudo transversal em hospital maternidade de referência. Ciênc Saúde Coletiva. 2014;19(7):2063-72. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232014197.20692013
/*ref*/Minamisawa R, Barbosa MA, Malagoni L, Andraus LMS. Fatores associados ao baixo peso ao nascer no Estado de Goiás. Rev Eletrônica Enferm. 2004;6(3):336-49. doi: https://doi.org/10.5216/ree.v6i3.837
/*ref*/Alves TL, Ribeiro Júnior HC, Costa ML, Valois SS. Fatores associados ao recém-nascido pequeno para a idade gestacional: uma revisão. Nutrire. 2015;40(3):376-82. doi: http://dx.doi.org/10.4322/2316-7874.04513
/*ref*/Sass A, Gravena AAF, Pelloso SM, Marcon SS. Resultados perinatais nos extremos da vida reprodutiva e fatores associados ao baixo peso ao nascer. Rev Gaúcha Enferm. 2011;32(2):352-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472011000200020
/*ref*/Valois AA. Fatores associados ao ganho de peso neonatal em prematuros de muito baixo peso ao nascer [dissertação]. Recife: Universidade Federal de Pernambuco; 2013.
/*ref*/Caçola P, Bobbio TG. Baixo peso ao nascer e alterações no desenvolvimento motor: a realidade atual. Ver Paul Pediatr. 2010;28(1):70-6. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822010000100012
/*ref*/Gaiva MAM, Fujimori E, Sato APS. Mortalidade neonatal em crianças com baixo peso ao nascer. Rev Esc Enferm USP. 2014;48(5):778-86. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-6234201400005000002
/*ref*/Figueiró-Filho EA, Oliveira VM, Ferreira CM, Silva VM, Tinos ALS, Kanomata LB. Variáveis perinatais e associação de recém-nascidos de muito baixo pesoao nascer em hospital público universitário do Brasil. Rev Bras Ginecol Obstet. 2014;36(1):10-6. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032014000100004
/*ref*/Oliveira TG, Freire PV, Moreira FT, Moraes JSB, Arrelaro RC, Rossi S, et al. Escore de Apgar e mortalidade neonatal em um hospital localizado na zona sul do município de São Paulo. Einstein. 2012;10(1):22-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000100006
/*ref*/Uchimura TT, Pelissari DM, Uchimura NS. Baixo peso ao nascer e fatores associados. Rev Gaúcha Enferm. 2008;29(1):33-8.
/*ref*/Franciotti DL, Mayer GN, Cancelier ACL. Fatores de risco para baixo peso ao nascer: um estudo de casocontrole. Arq Catarin Med. 2010;39(3):63-9.
/*ref*/Nogueira JMP. Factores associados ao baixo peso à nascença [monografia]. Porto: Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação, Universidade do Porto; 2010.
/*ref*/Santos GHN, Martins MG, Sousa MS. Gravidez na adolescência e fatores associados com baixo peso ao nascer. Rev Bras Ginecol Obstet. 2008;30(5):224-31. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032008000500004
/*ref*/Lages CDR, Sousa JCO, Cunha KJB, Silva NC, Santos TMMG. Fatores preditores para a admissão do recémnascido na unidade de terapia intensiva. Rev Rene. 2014;15(1):3-11.
/*ref*/Souto da Silva S, Santos, FDD, Coca Leventhal L. Nascimento de recém-nascidos de baixo peso em instituição filantrópica terciária do Município de Piracicaba. Enferm Global. 2011;(23):76-88.
 
Rights Direitos autorais 2019 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba
http://creativecommons.org/licenses/by/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library