Craniossinostose da sutura metópica

Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title Craniossinostose da sutura metópica
 
Creator Watanabe, Cynthia
Ferreira, Lucas Martins
Mendonça, Ivan Alberto
 
Subject
craniossinostose; trigonocefalia

 
Description INTRODUÇÃO: A craniossinostose corresponde a malformações congênitas caracterizadas pelo processo de fusão precoce de uma ou mais suturas cranianas, que resultam em defeito do crescimento alométrico da caixa craniana na direção perpendicular à sutura afetada. De modo geral, na prática clínica, a classificação mais utilizada baseia-se na sutura comprometida, como no caso a craniossinostose da sutura metópica, trigonocefalia. OBJETIVO: Relatar um caso de craniossinostose da sutura metópica, baseando-se no diagnóstico clinico-radiológico e cirúrgico desta malformação congênita. METODOLOGIA: Levantamento de dados clínicos através da análise de prontuário do paciente assistido em unidade básica de saúde na cidade de Sorocaba-SP. RELATO: PMSO, masculino, 11a 7m, gestação única de um casal não consanguíneo e sem alterações na conformação óssea craniana. Não apresenta antecedentes de craniossinostoses na família. Ao exame físico, compatível com craniossinostose simples, apresentou: fronte proeminente e inclinada, fendas palpebrais oblíquas para cima, pregas epicânticas, retração biparietal, pescoço curto, clinodactilia de dedo mínimo bilateralmente, orelhas de baixa implantação, genitais normais, sem outros dismorfismos aparentes. O fechamento da sutura metópica foi confirmado através de tomografia computadorizada craniana com reconstrução óssea tridimensional. Ademais, o procedimento cirúrgico de correção foi realizado mediante a incisão bicoronariana e exposição ampla da calota craniana, corrigindo a proeminência óssea em local correspondente. DISCUSSÃO: As alterações gênicas em receptores de crescimento de fibroblastos e genes associados a controle de regulação da transcrição tem sido consideradas como etiopatogenia da craniossinostose da sutura metópica. Responsável por cerca de 20-26% das craniossinostoses, a trigonocefalia é evidente deste o nascimento. Quando há fusão prematura de uma sutura, anatomicamente, o crescimento do cérebro e do crânio fica comprometido. Tem por base o diagnóstico clínico-radiológico e o tratamento cirúrgico tem como escopo principal corrigir a distorção craniana e evitar a deformidade craniofacial, evitando potenciais déficits no desenvolvimento neuropsicomotor. CONCLUSÃO: A análise sobre as relações genético-clínicas envolvidas na gênese da trigonocefalia caracteriza-se como importante fator de associação a atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor de pacientes pediátricos que apresentem esta malformação congênita.
 
Publisher Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
 
Contributor
 
Date 2019-12-02
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

Avaliado pelos pares
 
Identifier http://revistas.pucsp.br/RFCMS/article/view/46247
 
Source Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba; v. 21, Supl., out. 2019. 36º Congresso da SUMEP
1984-4840
1517-8242
 
Rights Direitos autorais 2019 Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba
https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library