(Re)existências periféricas: mediações culturais e cidadanias latino-americanas em resistência.

Revista Extraprensa

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title (Re)existências periféricas: mediações culturais e cidadanias latino-americanas em resistência.
(Re)peripheral existences: Cultural mediations and Latin American citizenships in resistance.
(Re)existencias periféricas: Mediaciones culturales y ciudadanías latinoamericanas en resistencia.
 
Creator Aguilar, Yuli Andrea Ruiz
 
Subject Art; Territory; Periphery; Right; Mediations
Arte; Territorio; Periferia; Derechos; Mediaciones
Arte; Território; Periferia; Direitos; Mediações
 
Description Em este trabalho busca-se percorrer alguns interstícios que tem se apresentando aopensar nas relações entre Arte- Território e Identidade, esta relação é o principal marcoteórico e de análisis com a qual há sido desenvolvida a pesquisa de trabalho de conclusão decurso (TCC) Mayaelo: Construir comunidade tecendo sensibilidades: Práticas e resistênciasdecoloniais (2017), e que atualmente encontra se proposta no projeto de mestrado “Tecendosensibilidades desde periferias Latino Americanas: Práticas e resistências decoloniales,atualmente em andamento, no PPG em Estudos Latinoamericanos pela Universidade Federalda Integração Latinoamericana. Estas pesquisas têm por objetivo principal aprofundar e darcontinuidade no análisis partindo de dois grupos coletivos que articulam experiênciasartístico-culturais em territórios reconhecidos socialmente como periferias, trata se docolectivo Casa Mayaelo, o qual desenvolve suas ações no Bairro Arborizadora Alta, emBogotá, Colômbia, e por outro lado a Biblioteca Comunitária do bairro Cidade Nova nacidade de Foz de Iguazú, Brasil.De tal relação, encontramos que, as cartografias do poder no marco das relações globalizadas,tem aumentado a complexidade das oposições e polaridades que historicamente formalizam adinámica social e discursiva entre centros e periferias, traçando nestas zonas limítrofes murosfronterizos intrincados que dificultam a visualização do carácter étnico/racial-narcisistaperante secularmente, e atualizando o perfilamento das formas hierarquizadas e desubordinação estruturais de nossa sociedade contemporânea e transnacional atrás de ilusóriasestratégias de inserção no sistema mundo capital.Assim, para este exercício serão apresentados processos de mediação emancipatórios eestético-sensibles desde territórios periféricos, como elementos chaves para alcanzar umaprimeira reflexão que visa por estabelecer a necessidade do questionamento e inversão dosignificado e concepção das práticas e saberes locais periféricas, a fim de traçar seu lugar depotência na invenção criativa/sensible do direito à cidade e também da resignificação de umacidadania de resistência plural, crítica, participativa e transformadora.
Al pensar las​ relaciones entre Arte-Periferia​ e Identidad, encontramos que las cartografías del poder en el marco de una sociedad globalizada han complejizado la polarización que históricamente formaliza la relación centro/periferia, haciendo de está,  muros limítrofes para obstaculizar la comprensión del carácter étnico/racial-narcisista que determina las subjetividades en un orden estructuralmente jerarquizado y de subordinación. A partir de dos experiencias colectivas de mediación estético-sensibles desarrolladas por comunidades urbanas desde territorios periféricos, se busca traer una reflexión que pauta por la inversión del significado y concepción de las prácticas de creación y saberes periféricos, a fin de trazar su lugar de potencia en la re-invención creativa/sensible del derecho a la ciudad, de una ciudadanía de resistencia, plural, crítica y participativa., desde abajo y desde lo sensible.
 
At the moment of thinking about the relations between Art-Periphery and Identity, it found that the power’s cartographies at the period of a globalized society have made the polarization that historically formalizes the middle / periphery relation, making bordering walls to obstruct the understanding of the ethnic character / racial-narcissistic that identifies the subjectivities in a structurally hierarchical and subordinate order. Based on two collective experiences of aesthetic-sensitive mediation developed by urban communities from peripheral territories, it pretends to bring a reflection that guides by the inversion of the meaning and conception of the practices of creation and peripheral knowledge, in order to trace its place of power in the creative / sensitive re-invention of the right to the city, of a citizenship of resistance, plural, critical and participatory, from below and from the sensible parts.
 
Publisher Universidade de São Paulo | Escola de Comunicações e Artes
 
Date 2019-10-17
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Artigo avaliado pelos pares
 
Format application/pdf
 
Identifier http://www.revistas.usp.br/extraprensa/article/view/152199
10.11606/extraprensa2019.152199
 
Source Magazine Extraprensa; Vol 12 (2019): IV International Symposium on Culture and Communication in Latin America; 542-557
Revista Extraprensa; v. 12 (2019): IV Simpósio Internacional de Cultura e Comunicação na América Latina; 542-557
Revista Extraprensa; Vol. 12 (2019): IV Simposio internacional sobre cultura y comunicación en América Latina; 542-557
2236-3467
1519-6895
 
Language por
 
Relation http://www.revistas.usp.br/extraprensa/article/view/152199/157017
 
Rights Copyright (c) 2019 Creative Commons 3.0 (BY-NC-ND)
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library