COMPREENSÕES SOBRE CIÊNCIA DE CRIANÇAS RIBEIRINHAS AMAZÔNICAS

REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title COMPREENSÕES SOBRE CIÊNCIA DE CRIANÇAS RIBEIRINHAS AMAZÔNICAS
 
Creator Fonseca, Ana Paula Melo
Terán, Augusto Fachín
Fonseca, Marlece Melo
 
Subject Ensino, Educação Infantil
Ciência na Educação Infantil, Escola ribeirinha, Espaços Não Formais, Amazônia.
 
Description As crianças são sujeitos dotados de capacidades cognitivas, e não devem ser vistas apenas como seres com pouca idade e receptoras das ações dos adultos. Elas aprendem por meio de interações em diferentes contextos sociais e pensam segundo lógica própria. Neste estudo, objetivou-se compreender qual o entendimento sobre ciência de crianças da Educação Infantil de uma escola ribeirinha do município de Parintins-AM. O estudo é de natureza qualitativa. Os sujeitos foram 15 crianças do II período da Educação Infantil. Os dados foram coletados durante um semestre letivo, usando as técnicas de observação participante; roda de conversa, relatos livres e atividade de desenhos. O compartilhamento de informações durante as atividades realizadas despertou nas crianças um olhar para a presença da ciência em seu cotidiano. A visão de ciência das crianças está ligada à transformação da natureza pela ação humana. As crianças ribeirinhas aprendem sobre a ciência através de suas vivências na comunidade e na escola. Desenvolver com elas atividades que despertem a oportunidade de expressar seu pensar sobre o mundo e sobre a ciência é uma forma de valorização, visto que a mesma é um ser que constrói seu próprio conhecimento.
 
Publisher Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
 
Contributor CAPES
 
Date 2019-06-23
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/7834
10.26571/REAMEC.a2019.v7.n1.p312-323.i7834
 
Source REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática; v. 7, n. 1 (2019): Janeiro a junho de 2019; 312-323
2318-6674
 
Language por
 
Relation http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/7834/pdf
/*ref*/ARAUJO, J. N.; SILVA, C. C.; FACHÍN-TERÁN, A. A floresta amazônica: um espaço não formal em potencial para o ensino de ciências. Trabalho apresentado no VIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – VIII ENPEC. Campinas, 05 a 09 de dezembro de 2011. CABRAL, C.; FACHÍN-TERÁN, A. A aprendizagem significativa como fundamento epistemológico para o ensino de ciências em espaços não formais na Amazônia. Anais do I Simpósio de Ensino de Ciências na Amazônia. Universidade do Estado do Amazonas. Manaus – AM, 20 a 23 de setembro de 2011. CASCAIS, M. G. A.; FACHÍN-TERÁN, A. Os espaços educativos e a alfabetização científica no Ensino Fundamental. Manaus: Editora e Gráfica MODERNA, 2015. 115p. CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 5 ed., rev.- Ijuí: Ed. Unijuí, 2011. (Coleção educação em química). FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 14 ed. rev. atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011. FONSECA, A. P. M.; OLIVEIRA, L. S. J.; FACHÍN-TERÁN, A.; NOBRE, G. L. A ludicidade no ensino de ciências utilizando o tema dos quelônios em uma escola ribeirinha, Parintins-AM, Brasil. Revista REAMEC, v.6, n.1, jan/jun 2018. GOLDBERG, L. G.; YUNES, M. A. M.; FREITAS, J. V. O desenho infantil na ótica da ecologia do desenvolvimento humano. Revista psicologia em estudo, Maringá, v.10, n.1, p. 97-106, jan/abr, 2005. JESUS MONTEIRO, M. L.; LEITE, R. C. M. Nem só de escola vive o ensino de ciências: formação científica cidadã no contexto dos museus de ciência. V Enebio e II enebio Regional I. Revista da SBEnbio, n.7, Outubro de 2014. KRAMER, S. Autoria e autorização: questões éticas nas pesquisas com crianças. Cadernos de Pesquisa, n.116, p. 41-59, julho, 2002. LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Rev. Ensaio. Belo Horizonte, v.3, n.1, p.45-61, jan-jun. 2001. MARCHI, R. C. O “ofício de aluno” e o “ofício de criança”:articulações entre a sociologia da educação e a sociologia da infância. Revista portuguesa de educação, v.23, n.1, p. 183-202, 2010. MOURA, A. F.; LIMA, M. G. A reinvenção da roda: roda de conversa: um instrumento metodológico possível. Revista temas em educação, João Pessoa, v.23, n.1, p. 98-106, jan.-jun. 2014. TRIVÍNOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2008. ROCHA, S. C. B.; FACHÍN-TERÁN, A. O uso de espaços não-formais como estratégia para o ensino de Ciências. Manaus: UEA/ ENS/PPGEECA, 2010. SARMENTO, M. J. Imaginário e culturas da infância. Cadernos de educação. FaE/UFPel, Pelotas, v.21, p. 51-69, jul/dez., 2003. SASSERON, L. H.; CARVALHO, A. M. P. A alfabetização científica desde as primeiras séries do ensino fundamental: em busca de indicadores para a viabilidade da proposta. XVII SNEF-Simpósio Nacional de Ensino de Física, 2007. Disponível em: <http://www.cienciamao.usp.br/tudo/exibir.php?midia=snef&cod=_aalfabetizacaocientifica_1>. Acesso em: 25 jun. 2014. SILVA, D. X; FACHÍN-TERÁN, A. Educação científica utilizando o tema dos quelônios amazônicos. Jundiaí, Paco Editorial, 2015, 160p.
 
Rights Direitos autorais 2019 REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática
http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library