RESPOSTAS FISIOLÓGICAS AO EXERCÍCIO AQUÁTICO EM GESTANTES HIPERTENSA E NORMOTENSA: RELATO DE CASO CONTROLE

Revista de Investigación en Actividades Acuáticas

View Publication Info
 
 
Field Value
 
Title RESPOSTAS FISIOLÓGICAS AO EXERCÍCIO AQUÁTICO EM GESTANTES HIPERTENSA E NORMOTENSA: RELATO DE CASO CONTROLE
 
Creator Rosa, Guilherme
Henriques, Ighor
Soutinho, Ingrid de Freitas
Silva, Gustavo Neves Monteiro
Mello, Danielli Braga de
Pereira, Fábio Dutra
 
Subject exercício físico; hipotensão pós exercício; gestação; hemodinâmica; promoção da saúde.
 
Description Contexto: Exercícios aquáticos são prescritos para gestantes devido seus benefícios para a mãe e bebê, entretanto, é importante conhecer as respostas fisiológicas à prática do exercício nessa população.Objetivos: avaliar as adaptações fisiológicas ao exercício aquático em uma gestante hipertensa e uma gestante normotensa.Método: Relato de caso/controle composto por 2 mulheres gestantes (1 hipertensa, 31 anos, 102,1kg, 1,60m e sedentária; e 1 normotensa, 35 anos, 97,8kg, 1,73m, e fisicamente ativa), ambas no terceiro trimestre de gestação. Avaliou-se a frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD), duplo produto (DP), variabilidade da frequência cardíaca (VFC), e glicose sanguínea (GLI) em quatro momentos distintos: em decúbito dorsal após repouso de 15’ (M1), em imersão em piscina com água na altura do manúbrio esternal após repouso de 5’ (M2), imediatamente após a sessão de exercício aquático (M3), e em decúbito dorsal após repouso de 5’ (M4) respectivamente, exceto para a GLI que foi aferida apenas em M1, M3 e M4. A sessão de exercício consistiu em movimentos de adução e abdução horizontal de ombros combinados com flexão e extensão de quadril sem a utilização de implementos e intensidade entre 60% e 80% da FC máxima.Resultados: observou-se que as variáveis hemodinâmicas apresentaram modificações apenas em função da imersão na piscina. A sessão de exercício provocou elevação nas variáveis analisadas em ambas participantes, exceto para GLI que apresentou redução. Destaca-se a melhora em FC, PAS, PAD, DP, VFC e GLI na gestante hipertensa em M4 em comparação ao M1.Conclusoes: o exercício aquático provocou adaptações fisiológicas positivas apresentando-se como uma possível modalidade a ser praticadas por gestantes.
 
Publisher Miguel Hernández University of Elche
 
Contributor
 
Date 2019-01-31
 
Type info:eu-repo/semantics/article
info:eu-repo/semantics/publishedVersion

 
Format application/pdf
 
Identifier http://revistas.innovacionumh.es/index.php/investigacionactividadesacuatica/article/view/1542
10.21134/riaa.v3i5.1542
 
Source Research Journal in Aquatic Activities; Vol. 3, Núm. 5 (2019): Monográfico especial de acondicionamiento físico en el medio acuático; 14-17
Revista de Investigación en Actividades Acuáticas; Vol. 3, Núm. 5 (2019): Monográfico especial de acondicionamiento físico en el medio acuático; 14-17
2530-805X
10.21134/riaa.v3i5
 
Language por
 
Relation http://revistas.innovacionumh.es/index.php/investigacionactividadesacuatica/article/view/1542/655
 
Rights ##submission.copyrightStatement##
 

Contact Us

The PKP Index is an initiative of the Public Knowledge Project.

For PKP Publishing Services please use the PKP|PS contact form.

For support with PKP software we encourage users to consult our wiki for documentation and search our support forums.

For any other correspondence feel free to contact us using the PKP contact form.

Find Us

Twitter

Copyright © 2015-2018 Simon Fraser University Library